Polí­tica

Foto: Divulgação Vereador Milton Neris Vereador Milton Neris

O vereador Milton Neris (PP) também subiu à tribuna da Câmara de Palmas na sessão desta terça-feira, 13, para criticar comentários pejorativos contra vereadores, feitos pelo prefeito da Capital, Carlos Amastha (PSB). Neris chegou a chamar o gestor de lixo. “Esse homem na verdade não merece nem sequer ocupar o cargo que exerce, porque para ser prefeito tem que acima de tudo, ser um homem melhor do que os demais e esse cidadão, acho que ele, como o titula os políticos daqui como lixo, eu acho que ele é o pior lixo que já chegou nessa cidade”, afirmou o vereador.

Milton Neris continuou com as críticas ao prefeito, dizendo que o Amastha responde a 108 processos judiciais. “Um homem que tem 108 processos na justiça deveria ter cuidado ao falar de alguém nessa cidade. Um homem que não amassou barro nessa cidade, não comeu poeira nessa cidade, nunca derramou uma gota de suor em prol dessa cidade”, disse Neris.

Ainda de acordo com o vereador Milton Neris, quem construiu Palmas foram os homens que hoje o prefeito “mete o dedo na cara” e que insiste em desrespeitar. “Assim fez com o governador desse Estado (Marcelo Miranda), assim fez com vários vereadores aqui, assim faz com qualquer cidadão que o questiona nas redes sociais. O que ele sabe é desrespeitar as pessoas”, afirmou.

Neris disse que Amastha não sabe o sentido da palavra respeito. “Penso que no seu País deve ser comum lidar com bandidos”, alfinetou. 

O presidente da Câmara de Palmas, Rogério Freitas (PMDB), também lançou duras críticas ao prefeito Carlos Amastha. Para Freitas “essa gestão é mentirosa e fraudulenta”. “Ouvi esse bandido da língua enrolada dizer que aqui tinha capeta, que tinha demônio, que o chantageava. Eu nunca sou chantageado porque eu nunca sei da pressão. Eu nunca fui chantageado nesse parlamento e não serei jamais, porque atenho a fazer aquilo que compete a mim", afirmou Freitas.  

Denúncias

O vereador Milton Neris aproveitou para denunciar o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, por pagar para empresa que loca os radares para a Capital, o valor de R$ 16 milhões por ano, sendo que a arrecadação prevista para esse ano é de R$ 5,9 milhões. "Ou seja, o homem que aponta o dedo na cara de todos os palmenses é o homem que paga três vezes mais o que se arrecada só na locação dos radares. E tem a coragem de dizer que isso é para salvar vidas", denunciou. 

Neris ainda comentou gastos com tendas. "Um homem que pega R$ 27 milhões para gastar em locação de tendas, desde o primeiro dia da sua gestão até hoje, ele precisa explicar onde que está os serviços dessas tendas porque cabe a mim pensar que ele é um homem com o mesmo comportamento do qual ele está atacando os demais", alfinetou. 

O vereador ainda lembrou do patrocínio de R$ 1 milhão a filme com a atriz Cleo Pires. "Um homem que pega R$ 1 milhão do contribuinte de Palmas e doa em patrocínio a Cleo Pires, filha do Fábio Junior, e não tem ninguém que pode me fazer ser convencido que ela merece R$ 1 milhão", desabafou o vereador. 

O vereador continuou elencando gastos do gestor de Palmas. "Ele é um malandro de rodoviária, malandro pilantra!", chegou a dizer.