Estado

Foto: Divulgação

A Frente Brasil Popular (FBP), as centrais sindicais (CUT, NCST, CTB) e movimentos sociais e estudantis realizam nesta sexta-feira, 11, em Palmas/TO, um ato público contra a PEC 55, que congela os investimentos em educação e saúde pelos próximos vinte anos.

A concentração está marcada para as 16 horas, próximo ao Colégio São Francisco, na Avenida JK, em Palmas. Trabalhadores do setor público da educação, saúde e de outros segmentos farão uma caminhada na Avenida JK até o semáforo da Av. Teotônio Segurado, próximo a Praça dos Girassóis. 

Os manifestos acontecem em todo o País em alusão ao Dia Nacional de Greve. As centrais sindicais, juntos a FBP e movimentos sociais lutam contra a aprovação da PEC 55/2016, que tramita no senado federal. 

Para as centrais a PEC também conhecida como PEC da maldade e do congelamento onera a classe trabalhadora pela crise no País. A luta dos trabalhadores também é pela manutenção dos direitos da classe trabalhadora e pela não redução dos investimentos em saúde e educação.