Polí­tica

Foto: Kennya Victor

Na tarde dessa terça-feira, 20, os vereadores de Gurupi aprovaram por maioria absoluta com duas emendas uma modificativa e uma aditiva, o Orçamento de R$ 324.335.859,75 para 2017. Desse montante, R$ 270.733.622,64 são de recursos ordinários do tesouro municipal composto da cota-parte do Fundo de Participação do Município (FPM), ICMS e dos recursos diretamente arrecadados, e R$ 53.602.237,11 são de recursos vinculados, condicionados à efetiva arrecadação e aplicação específica, oriundas das fontes de convênios, operações de crédito internas, contribuição do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), cota-parte o salario educação, dos serviços hospitalares.

A emenda modificativa de autoria do vereador Ataíde (PPS), que foi aprovada por maioria absoluta, trata do remanejamento de recursos entre as pastas no percentual de até 20%. A emenda aditiva de autoria do vereador Professor Cb. Carlos (PT), aprovada por unanimidade, prevê que convênios, contratos, e empréstimos só podem ser contraídos através de lei específica aprovada na Câmara de Vereadores.

A Lei segue agora para a sanção do prefeito.

Pastas

Para 2017 a Fundação Unirg ficou com o maior orçamento que é de R$ 72.959.040,00; seguida da secretaria de Educação que terá para investimentos R$ 62.953.913,36, em seguida vem a secretaria de Infraestrutura que tem o orçamento de R$ 57.584.053,97 e ainda conta com o Orçamento da Agência Gurupiense de Desenvolvimento (AGD) com os valores de Rnt.304.613,40. Para a saúde serão destinados R$ 50.474.772,97. Para o Ipasgu Assistência o montante é de R$ 10.399.620,00 e para o Ipasgu Previdência os recursos são de R$ 6.987.750,00.