Estado

Foto: Divulgação

Os trabalhadores dos Correios do Tocantins estão com suas atividades paralisadas nesta quarta-feira, 15. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Sintect/TO), o ato é contra a Reforma da Previdência, para cobrar melhores condições de trabalho e segurança nas agências do Estado.

O ato também visa questionar medida da empresa de Correios e Telégrafos que quer, segundo o Sintect, implantar um pagamento mensal de plano de saúde. A empresa pretende tirar familiares dos trabalhadores dos planos e ainda, cobrar taxa de 30% sobre os serviços que os servidores usarem. Os trabalhadores também almejam a contratação de mais profissionais. 

A categoria participa na manhã de hoje, de uma manifestação na Avenida JK, em Palmas, junto a outras categorias - Nova Central Sindical, Sintet, Sintras, Cut, entre outros. Após o manifesto, a concentração será na Assembleia Legislativa (AL).  

Violência nas Agências 

A violência, cada vez maior, nas agências dos Correios do Tocantins, foi repercutida na noite do último domingo, 12, no Fantástico, programa da TV Rede Globo. Os assaltos por bandidos com armas de fogo e explosivos, o medo causado nas pessoas e a dificuldade dos idosos em sacarem seus salários de aposentadoria, foram avaliados no Estado. 

Por: Redação

Tags: Correios, Manifesto, Sintect