Geral

Foto: Divulgação

O Consórcio Estreito Energia (Ceste) ampliou o acesso às informações sobre as obras e os programas ambientais da Usina Hidrelétrica Estreito (UHE Estreito) para as comunidades envolvidas pelo empreendimento, por meio de uma unidade móvel.

Trata-se do “Ceste Móvel”, um veículo estilo van, que já iniciou os atendimentos em Carolina (MA) e percorrerá os outros 11 municípios da área de abrangência da UHE Estreito realizando atendimento de forma itinerante às populações das zonas urbanas e rurais.

O Ceste Móvel foi criado para ampliar o atendimento e acesso às informações sobre a implantação da Usina de Estreito, alcançando um contingente maior de comunidades envolvidas, uma vez que o Consórcio já oferece os Centros de Informação fixos, localizados nos Municípios de Carolina e Estreito, no Maranhão, e Babaçulândia e Filadélfia, no Tocantins.

A unidade conta com um espaço adaptado para o atendimento, recursos audiovisuais modernos, incluindo um alto-falante externo, TV e DVD para veiculação de vídeos institucionais, além de um gerador de energia que garantirá o funcionamento dos equipamentos. A equipe, que percorrerá os municípios, é formada por três profissionais, sendo uma assistente social, uma técnica de mobilização social e um motorista.

Para a gerente de Projetos Econômicos do Ceste, Cassandra Gelsomino Molisani, o Ceste Móvel é um projeto ousado e faz parte do compromisso social do Consórcio em manter a população local informada sobre a execução das ações da UHE Estreito. “O Ceste Móvel é uma conquista que possibilitará também a realização de palestras, bem como contribuirá nas ações sociais e educativas desenvolvidas pelo Consórcio. Com isso, estamos intensificando nossa comunicação com as comunidades envolvidas”, ressaltou.

Serão beneficiados com o atendimento itinerante da nova unidade os Municípios de Aguiarnópolis, Barra do Ouro, Darcinópolis, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante, Palmeiras do Tocantins e Tupiratins, além das áreas rurais de Babaçulândia, Carolina, Estreito e Filadélfia, que já possuem os Centros de Informação fixos.

Fonte: Assessoria de Imprensa  UHE - Estreito

Por: Redação

Tags: Carolina, CESTE, UHE Estreito, usina