Geral

O Consórcio Estreito Energia (Ceste), por meio da empresa contratada Pax Goiás, já construiu no cemitério de Estreito (MA) mais de 100 novos túmulos destinados aos sepultamentos removidos de Campos Santos (que são cemitérios não legalizados localizados na zona rural).

Esse trabalho é necessário, pois os Campos Santos estão localizados na área do futuro reservatório da Usina Hidrelétrica Estreito (UHE Estreito). De acordo com Fabrício Porto, da Pax Goiás: “As famílias e os atuais proprietários e moradores das propriedades rurais estão colaborando nesse trabalho de localização e identificação dos campos santos”.

“Fico seguro pelo trabalho desenvolvido e tranqüilo, pois os restos mortais da minha família continuarão perto para que possamos visitar em feriados santos”, comentou Francisco José de Araújo, que autorizou a remoção de cinco pessoas da família na fazenda Santa Maria, em Estreito (MA).

As sepulturas que não são identificadas serão exumadas e removidas para o cemitério municipal, onde haverá uma placa com indicação do local e a data em que ocorreu a remoção. O Consórcio também auxilia na emissão da certidão de óbito para as famílias que não possuem o documento.

A identificação e o cadastramento dos campos santos foram iniciados em julho de 2008. “O trabalho está sendo feito dentro das normas técnicas e legais, além de todo respeito às famílias que possuem seus entes sepultados nessas localidades, inclusive com culto ecumênico ou missa no final das remoções de cada município”, enfatiza a gerente de Projetos Sociais do Ceste, Nilva Mariano.

Fonte: Assessoria de Imprensa UHE-Estreito

Por: Redação

Tags: Cemitérios, CESTE, Pax Goiás, UHE Estreito