Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Com a finalidade de conhecer as condições de instalação da população de Mearim (antigo Lajeadinho) e analisar a conformidade de uma das condicionantes relacionadas à concessão da licença de operação da Usina Hidrelétrica Luís Eduardo Magalhães, o Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins, por meio do técnico Rodrigo de Cól realizou nesta quarta-feira, 8, uma visita técnica ao grupo impactado pela construção da hidrelétrica. A vistoria que aconteceu na cidade de Miracema contou com as presenças dos representantes da Secretaria de Meio Ambiente do município visitado, Flávio Suarte, da Investco, Neusa Hackenhaar e da comunidade de Mearim, Edilson Tavares.

Ao ser apresentado a alguns dos moradores, o técnico do instituto constatou a preocupação de cada um deles acerca de divergências ocorridas na própria comunidade, bem como da resolução de alguns impasses relacionados ao Plano básico Ambiental - PBA que assegura a eles o benefício de realocação do povoado. O acordo trata-se de uma medida compensatória, por parte da Investco, para construção da hidrelétrica.

Formado por 22 famílias, o grupo que manifestou interesse no remanejamento da população, teve seu direito concedido, entretanto, conforme constatação dos envolvidos no processo existem alguns ajustes que deverão ser contemplados e discutidos entre eles.

De acordo com Rodrigo de Cól, um dos propósitos do Naturatins é assegurar o controle ambiental das atividades e empreendimentos em consonância com o bem estar das comunidades humanas envolvidas. “Estamos empenhados na resolução desse impasse, contudo, é necessário que todos se reúnam para que a comunidade exponha suas propostas em prol de um consenso”, analisou.

E para consolidar um acordo entre as partes, a autarquia em conjunto com a Investco sugeriu para este mês convocar uma reunião envolvendo a comunidade de Mearim, em local e data a ser definido.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Naturatins