Campo

Foto: Divulgação

O município de Angico, localizado no extremo-norte do Estado, a 510 km da capital, Palmas, recebeu na tarde da última sexta-feira, 10, as novas instalações do escritório local do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e da central de distribuição de alimentos do programa Compra Direta Local. A inauguração contou com as presenças do Presidente do órgão, Olimpio Mascarenhas, do Prefeito da cidade Deusdete Borges, de lideranças municipais, agricultores familiares e de funcionários do Ruraltins.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Angico tem 3.175 habitantes, destes 1.237 vivem na zona rural. A base da economia vem da agricultura familiar, sendo que as principais culturas são o arroz, feijão, mandioca, milho e banana, além de ter uma pecuária de corte bastante representativa. Na região o Ruraltins presta serviços de assistência técnica e extensão rural a três assentamentos e a quatro associações de produtores rurais.

Representando os agricultores, o presidente da Associação dos Produtores Rurais do Município, Adelvaldo dos Santos, disse que o espaço inaugurado servirá de suporte para o desenvolvimento da produção local. “Nós iremos trazer tudo que há de bom da nossa roça, da nossa horta para dentro da cidade, e acreditamos em dias melhores incentivados pela administração estadual”.
A inauguração do escritório é uma parceria do município, com o governo do Estado, por meio do Ruraltins. “A prefeitura dá sua colaboração, mas em troca queremos receber mais capacitações regionais, no sentido de mostrar o que é a agricultura familiar e quais os empréstimos disponíveis que possam beneficiar e ajudar os produtores. Com as orientações necessárias teremos condições de resolver os problemas aqui mesmo e levar às soluções até a comunidade", destacou o prefeito de Angico, Deusdete Borges, durante a solenidade.

Para o presidente do Ruraltins, Olimpio Mascarenhas, está é mais uma conquista da classe produtora, que se fortalece a cada dia, graças ao apoio do Governo do Estado. “Buscamos cada vez mais eficiência na produção, na gestão, na assistência técnica. Nosso grande compromisso é com a promoção social, pois motivado o agricultor tem disposição para trabalhar, viver e dar exemplo a toda sociedade”.

Fonte: Ascom Ruraltins