Campo

Foto: Elson Caldas

A Conab – Companhia Nacional de Abastecimento divulgou o 10º Levantamento de Acompanhamento de Safra de Grãos (arroz, soja, feijão e milho) da safra 2010/2011. O Tocantins atualmente é responsável por 46,8% da produção de grãos da região Norte do Brasil. A área total de grãos cultivada no Estado está estimada em 695.430 hectares, 8,6% superior à safra passada, 2009/2010, que foi de 640.260 ha. Segundo o levantamento, a produção de grãos nesta safra foi de 2.170.100 toneladas, crescimento de 16,6% em relação à safra passada, de 1.875.000 ton.

O milho safrinha teve produção recorde, com aumento de quase 300%, subindo de 33.250 toneladas para 132.760 ton. E a produtividade subiu 51,61% com relação à safra anterior, passando de 3.100 kg/ha para 4.700 kg/ha. Já a área plantada passou de 10.760 para 28.300 hectares, um aumento de 163%.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro), José Waltex Alexandre Aguiar, com estes dados o Tocantins supera pela primeira vez a marca de dois milhões de toneladas de grãos. “Nos últimos dez anos, a tendência do Estado em acompanhar o crescimento da área plantada em 8% em média, continua” explicou.

O engenheiro agrônomo explica que a alta das commodities agrícolas, principalmente de grãos, influenciados pela cotação interna incentivou os produtores, que aumentaram a área plantada e utilizaram tecnologias para o aumento da produção. “As condições climáticas também colaboraram para o aumento da produção de grãos. O período chuvoso foi bem distribuído durante a fase de cultivo das culturas, favorecendo a produtividade, a utilização de insumos e defensivos, assim como o plantio direto, agricultura de precisão e a utilização de sementes certificadas, contribuíram para esse bom resultado”, completou Aguiar.

Região das Várzeas

A Conab divulgou ainda os números da segunda safra 2011/2011 da região das várzeas, que corresponde aos municípios de Lagoa da Confusão, Pium, Formoso do Araguaia, Dueré e Cristalândia. Seguindo na mesma linha, a soja teve aumento de 29% na área, de 29.410 ha para 37.950. A produção foi 35,9% maior que a safra anterior, de 81.380 ton para 110.590 toneladas. O feijão aumentou a área em 9,3%, de 21.710 ha para 23.740. No total da produção, o aumento foi de 57,6%, de 24.960 ton para 39.350. (Ascom Seagro)