Economia

Pelo segundo ano consecutivo, o Tocantins bate a meta de inscritos no Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, que será entregue no próximo dia 6 dezembro, às 20h, no auditório do Palácio Araguaia. A solenidade de premiação irá contar com a presença do mágico Issao Imamura, primeiro ilusionista do Brasil e um dos maiores do mundo.

Nessa edição se inscreveram 3.460 empresas dos setores de agronegócio, comércio, indústria, serviços, serviços de educação, serviços de saúde, serviços de tecnologia da informação e serviços de turismo. Um crescimento de mais de 50% no número de inscritos em relação ao ano anterior. Em 2010 foram 2.300 inscrições. Em 2009, 1.092 inscritos.

Os participantes do Prêmio MPE Brasil recebem, de graça, o relatório de auto-diagnóstico de sua gestão indicando os pontos fortes e as oportunidades de melhoria na gestão da empresa embasadas nos oitos critérios de excelência em gestão da Fundação Nacional da Qualidade, que são Liderança; Estratégias e Planos; Clientes; Sociedade; Informações e Conhecimento; Pessoas; Processos e Resultados.

Para a gerente do Núcleo Regional Centro do Sebrae Tocantins, Márcia Rodrigues de Paula alguns dados chamaram no relatório geral do Estado. Nesse ano, das inscritas que se auto-avaliariam somente 16,94% investem regularmente em seu desenvolvimento gerencial, e aplicam os conhecimentos adquiridos na empresa; 56,32%, ou seja,1489 empresas tem as estratégias definidas como intenções e ideias, mas são de conhecimento apenas dos dirigentes e um dos índices mais graves: 2,08% das inscritas, o equivalente a 55 gestores, disseram que a análise do desempenho da empresa é feita regularmente com uso de informações abrangentes ao negócio: financeiro, vendas, clientes, colaboradores, fornecedores, produção, sociedade e aspectos ambientais, considerando informações comparativas, relativas aos concorrentes ou de outras empresas.

“Isso quer dizer que grande parte dos dirigentes não sabe se a empresa está dando lucro ou não”, comenta preocupada a gerente, dizendo que o Sebrae Tocantins já deu início a ações para mudar essa situação. “Agentes de Orientação Empresarial estãorealizando visitas dentro do programa negócio a negócio com o objetivo de iniciar um plano de ação com essas empresas. Foi criado também o ciclo de Excelência em Gestão composto por oficinas e palestras para disseminar o Modelo de Excelência em gestão e trabalhar ações que possibilitarão aos empresários elevar o nível de gestão de em suas empresas, contribuindo para o aumento da competitividade. São medidas que irão mudar o rumo dos negócios desses empresários”, completa.

Para o superintendente do Sebrae, Paulo Massuia o prêmio visa reconhecer os empresários que investem na conquista de uma gestão de excelência em seus negócios. “Ao longo dos últimos anos, o Sebrae tem incentivado cada vez mais as empresas a participarem do prêmio e utilizarem o auto-diagnóstico como uma ferramenta de gestão, os resultados são extraordinários.”, finaliza Massuia.

Prêmio 2010

No ano passado a empresa KRP Consultoria em Tecnologia de Informação, instalada em Palmas, foi finalista no Prêmio MPE na categoria serviços. Já no setor industrial, a finalista foi a empresa Fernandes Indústria e Comercio de Moveis, de Paraiso do Tocantins. (Agência Sebrae)