Saúde

Foto: Marcos Vinícius

A Secretaria da Saúde de Palmas (Semus), através do Núcleo de Assistência Henfil, realiza campanha "Fique Sabendo", de incentivo ao diagnóstico precoce da Aids, com alunos do Colégio Militar de Palmas (CMP), às 8h desta quinta-feira, 1º de dezembro, data em que é comemorado o Dia Mundial da Luta Contra a Aids.

Como a campanha de prevenção à Aids e demais doenças sexualmente transmissíveis (DST's) deste ano tem como foco os jovens entre 15 e 24 anos, serão oferecidos aos alunos do CMP palestras, orientações de saúde, materiais educativos e insumos de prevenção. Os alunos também poderão realizar testes rápidos na unidade itinerante do Centro de Testagem Aconselhamento (CTA), com total sigilo.

Teste e aconselhamento

O exame é feito a partir de gotas de sangue, retiradas dos dedos das mãos. Em 20 minutos emite-se o resultado de soropositividade para o HIV. Interessados em realizar o teste também podem se dirigir à sede do Núcleo Henfil, localizada na quadra 108 Norte, alameda 10, lotes 25 e 27, a partir das 7h.

Além do teste rápido e seguro, a equipe multiprofissional do Núcleo Henfil oferece aconselhamento, baseado em numa relação de confiança entre profissional e cliente. “A prevenção é a melhor estratégia contra o HIV e as DST's. É muito importante que o tratamento seja iniciado precocemente para garantir eficácia, evitar complicações e assegurar maior qualidade de vida às pessoas infectadas”, explica Samuel Bonilha, secretário da Saúde.

Infecção por HIV

O último boletim epidemiológico Aids/DST 2011, divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), mostra que a estimativa de pessoas infectadas pelo HIV permanece estável no Brasil, com cerca de 0,6% da população.

Em Palmas, a razão de infecção por HIV é de 1,75 caso positivo em homens para cada 1 caso em mulheres. Dados do sistema de notificações da Semus mostram que, entre 1990 e novembro de 2011, na Capital, foram notificados 207 casos de HIV em homens e 118 em mulheres.

Laço Vermelho

Palmas também participa este ano da Campanha do Laço Vermelho, símbolo da luta contra a Aids, instalado ao lado do Espaço Cultural, na avenida Teotônio Segurado. "O laço vermelho permanecerá no local durante toda a semana para lembrar aos palmenses a importância da conscientização quanto à seriedade da doença, que faz vítimas silenciosamente em todas as faixas etárias e classes sociais", explica Mônica Bandeira, responsável pela Área Técnica das DST/Aids de Palmas.

Painéis

Em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde (SESAU) e com o objetivo de alcançar os jovens, painéis com preservativos afixados serão alocados em pontos de grande movimentação na Capital, como no Shopping Capim Dourado, Palmas Shopping, Parque Cesamar e no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Além de receber os preservativos, uma promotora de saúde oferecerá orientações sobre prevenção, materiais educativos e informações sobre o Disque-Aids, disponível para esclarecimentos de dúvidas sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST), através de ligação gratuita para o número 0800 645 0112. (Ascop)