Polí­tica

Foto: Divulgação

O Congresso Nacional se reúne nesta terça-feira, 24, para formalizar as indicações dos partidos para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que vai investigar as relações do contraventor Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados. A sessão do Congresso será presidida pela Primeira Vice-Presidente da Câmara, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) e secretariada pelo Primeiro Secretário da Casa, deputado Eduardo Gomes (PSDB). A Comissão será composta por 15 senadores e 15 deputados e igual número de suplentes.

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) já aceitou o convite para presidir a Comissão. A relatoria caberá ao PT, mas o partido ainda não indicou os nomes para o colegiado nem decidiu quem será o relator. A CPMI foi criada na semana passada, 396 deputados e 72 senadores assinaram o requerimento para a criação da Comissão. A sessão está marcada para as 19h30 no Plenário Ulysses Guimarães.

De acordo com o requerimento aprovado, a CPMI investigará as práticas criminosas envolvendo o empresário de jogos de azar, desvendadas pelas operações Vegas e Monte Carlo da Polícia Federal. Depois de instalada, a CPMI terá 180 dias para apresentar um relatório sobre o caso. (Assessoria de Imprensa – Com Informações da Agência Câmara).