Estado

Foto: Divulgação


Depois de uma agenda de reuniões com empresários e assinatura de parcerias com entidades e o governo espanhol, o governador Siqueira Campos se encontrou com o príncipe das Astúrias, Felipe de Borbón, no palácio real, em Madri. No encontro com o herdeiro da coroa real espanhola, Siqueira Campos relatou, com otimismo, os resultados já obtidos durante missão oficial no País e a perspectiva de conquistar novas parcerias. O governador presenteou o príncipe com produtos do artesanato tocantinense como capim dourado e fez convite para que visite o Tocantins.

O governador relatou ao príncipe que a missão tocantinense já garantiu investimento de R$ 160 milhões de empresários espanhóis, contatos consistentes com diversos segmentos de negócios, além de convênios e pactos de cooperação com entidades e governo do país. Somente nesta quinta-feira o governo do Estado firmou memorandos de entendimentos com o Ministério da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente e com a Federação de Associações de Mulheres Rurais da Espanha. “A agenda de trabalho está sendo muito proveitosa, com reuniões que têm perspectivas de concretização dos negócios, acordos já fechados e outros prestes a fechar. Creio que em breve teremos mais resultados positivos a anunciar em benefício do desenvolvimento e redução das desigualdades sociais do nosso Tocantins”, afirmou o governador.

Convênios

A parceria com o ministério prevê intercâmbio de conhecimento e tecnologia, cooperação bilateral em matéria agroalimentar, de desenvolvimento sustentável e meio ambiente. Na prática, o acordo visa desenvolver projetos rurais dos mais variados tipos, com foco na melhor maneira de utilizar os recursos financeiros e naturais. E as atividades terão participação efetiva do ministério, com assistência técnica ao Estado, por meio da empresa estatal Tragsa, que nesta semana também definiu atuação conjunta com o Tocantins.

Já o outro convênio foi assinado na área de cultura, numa ação conjunta entre governo do Estado, a Federação das Associações de Mulheres Rurais da Espanha, a Fademur, que une aproximadamente 60 mil artesãs. A união visa propiciar a promoção de melhoria na qualidade de produtos artesanais feitos no Tocantins, aumentando a competitividade, que resulta em maior renda e condições de vida dos artesãos. “É um trabalho amplo, que visa fazer com que artesãs da Espanha, com conhecimento e novas técnicas, façam intercâmbio com tocantinenses para que o objetivo principal seja cumprido, ou seja, redução das desigualdades por meio do trabalho”, disse a secretária da Cultura do Estado, Kátia Rocha.O Sebrae é parceiro da iniciativa. “A Fademur tem vasta experiência e capacitação do modelo de sucesso de seu trabalho para que possamos aplicar dentro de nossos projetos em parceria com o Estado do Tocantins”, disse a diretora do Sebrae, Mila Jaber.

Empresariado

A quinta-feira também foi repleta de reuniões com empresariado. Pela manhã o governador e sua comitiva estiveram com diretores da Cobra, do Grupo ACS, um dos conglomerados mais importantes do mundo, com atuação em mais de 50 países em diversos setores como infraestrutura, energia renovável, comunicação e serviços. À tarde, Siqueira Campos recebeu na Casa do Brasil, em Madri, dezenas de empresários interessados em investir no Estado. Este foi mais um dos inúmeros contatos intermediados por secretários de Estado.

Ao abrir a reunião, o governador falou à plateia de empreendedores dos objetivos do Tocantins na Espanha. “Viemos aqui em busca de conhecimento, tecnologia, desenvolvimento e temos a oferecer um leque enorme de oportunidade e possibilidade de negócios e parcerias. Parcerias para que todos saiam ganhando pois negócio só é bom quando é bom para os dois”, declarou. Ao final de sua explanação, o secretário da Indústria e Comércio, Paulo Massuia, fez uma apresentação do perfil econômico do Estado e dos projetos em andamento e metas do Estado nas mais diferentes áreas de atuação. Após a apresentação, secretários do Tocantins se reuniram com empresários para trocar informações, tirar dúvidas e definir agenda de contatos para iniciarem conversações em busca de novos acordos. (Secom)