Polí­tica

O candidato a prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP), tem se surpreendido com alguns dos seus adversários e ao mesmo tempo feliz, pois estão incorporando propostas do seu plano de governo nas campanhas pelas ruas de Palmas. “Queria deixar claro a minha alegria e satisfação em saber que alguns dos meus adversários estão reconhecendo que nosso plano de governo tem propostas boas e que estão sendo copiadas”, destaca.

Carlos Amastha lembra que uma das propostas copiadas foi a criação de uma sub-prefeitura na região sul de Palmas. “Olha, foi algo que apresentei durante o debate da Band e que vamos criar. Vamos descentralizar Palmas para ajudar a população. Mas, só queria lembrar que o candidato apoiado pelo governo do estado já teve a oportunidade de fazer está mudança e não fez, assim como o próprio governo que prometeu 18 regionais espalhadas pelo estado e até hoje nada foi criado”.

O candidato destaca que também acrescentou em seu plano de governo ideias apresentadas pelo professor Adail, Dr. Luciano e também do candidato Fábio Ribeiro durante o debate da Band. “São propostas válidas e que com certeza irão beneficiar a população palmense e não só algumas pessoas. Por isso, resolvi adotar”.

Amastha ressalta que a ideia de criação do Centro Cultural Popular das Arnos e o resgate dos movimentos culturais como a quadrilha junina e o apoio ao hip hop são ideia que surgiram mesmo antes de se candidatar a prefeito de Palmas. “Antes de entrar na disputa para prefeito iniciei a luta para o resgate destes movimentos, mas agora alguns candidatos andam prometendo muito apoio. Então, só queria lembrar que eles já tiveram oportunidade de fazer quando estavam na administração e não fizeram”. 

O candidato lembra também que resgatou a apresentação das quadrilhas juninas e deu apoio ao hip hop quando ainda não era candidato e trouxe o show gospel de Ludmila Ferber. “O pessoal do hip hop fez a abertura do show com uma grande apresentação. São detalhes como estes que nunca foram lembrados pelos atuais candidatos que já estão no meio político de Palmas há anos e hoje prometem revolucionar”, finalizou. (Assessoria de Imprensa)