Polí­tica

Foto: Divulgação

O relator da CPI do Cachoeira vai pedir o indiciamento do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), do governador de Goiás, Marconi Perilo do dono da construtora Delta e de outras 43 pessoas. As conclusões estão no relatório final que deve ser apresentado na quarta-feira (21).

Por causa das suspeitas de ligações do prefeito com o esquema do bicheiro ele está sendo alvo de um pedido de expulsão no Partido dos Trabalhadores. O prefeito Raul Filho foi flagrado em gravações apreendidas pela Polícia Federal negociando apoio financeiro para sua campanha eleitoral de 2004, quando se elegeu prefeito de Palmas pela primeira vez.


A empresa Delta, um dos pivos do esquema de Cachoeira, conforme a PF, teria contratos feitos com dispensa de licitação com a prefeitura de Palmas, no valor de quase R$ 72 milhões.
Após a divulgação do vídeo do encontro entre Raul e Cachoeira, o prefeito foi convocado pela CPI, onde prestou depoimento.