Estado

Foto: Divulgação

O Prêmio Special Award for TPM Achievement é a mais nova certificação conquistada pela Eletrobras Eletronorte por meio da Regional de Transmissão do Tocantins, anunciado pelo Instituto Japonês de Manutenção da Planta – JIPM. 

A regional é a primeira de transmissão a alcançar o Prêmio Especial de TPM e já havia recebido em 2010 o Prêmio de Excelência em Comprometimento e Consistência em TPM. Agora, almeja seguir na busca continua pela excelência na metodologia de gestão TPM, que é o Prêmio Word Class para o qual deve se candidatar em 2014. Nesse processo o gerente de Engenharia que também é o secretario de TPM na Regional, Paulo Cezar de Oliveira, destaca o esforço e comprometimento de toda força de trabalho que são os verdadeiros responsáveis para que as melhorias aconteçam. 

“O prêmio é uma conquista da organização porque não somos uma ilha; trabalhamos juntos com as demais áreas da Empresa que nos apoiaram constantemente, tivemos também a oportunidade de demonstrar uma das diretrizes da Diretoria de Operação, que é a utilização dos conceitos das Melhorias Especificas, Manutenção da Qualidade e da Gestão antecipada em todos o processos”.

Para conquista desse prêmio a regional foi submetida a duas etapas de auditorias que aconteceram no dia 5 de julho com os auditores Tokutaro Suzuki, Katsumasa Saito e Tsutomu Nakamura e em 10 de dezembro de 2012 apenas com a presença do auditor Katsumasa Saito. 

Nas duas ocasiões, representantes dos 11 pilares (Sustentabilidade, Melhorias Específicas, Manutenção Autônoma, Manutenção Planejada, Manutenção da Qualidade, Gestão Antecipada, Educação e Treinamento, Melhorias nos Processos Administrativos, Segurança, Saúde e Meio Ambiente) apresentaram o formato que a metodologia TPM vem sendo aplicada em cada área, os casos de melhoria e resultados obtidos, sendo que na segunda auditoria está apresentação já contou com providências tomadas a partir das recomendações dadas pelos auditores na primeira auditoria. 

A consequência de todo esse esforço na aplicação da metodologia TPM resulta em um desempenho operacional em que a Regional chegou há 34 meses sem nenhuma penalidade por falha. O desempenho do sistema de transmissão é de 99,99 % e a disponibilidade das funções 99,93 %. Na ultima pesquisa de satisfação com clientes externos foi à detentora do melhor resultado global 94,73%, além de ter alcançado metas consideráveis de redução de custos do PMSO (Pessoal, Material, Serviços de Terceiros e outros) nas seguintes modalidades: 62,5 % com comunicação (telefonia), de 19,5 % com despesa com energia elétrica, de 58,2% com hora extra nos últimos cinco anos dentre outros.

Outra característica desta unidade é a inclusão de novas receitas com contratos de prestação de serviços de operação e manutenção com outras empresas do setor elétrico atuando com equipes sistêmicas em três estados Tocantins, Maranhão e Goiás. 

O orgulho desses resultados ficou estampado nas palavras do gerente Carlos Humberto na última auditoria, mesmo antes da certificação ser anunciada.  

“Somos especiais por inovar e empreender na gestão da regional onde temos que ser impecáveis na relação redução de custo versus aumento de receita, para nossa própria sobrevivência. Somos especiais pela equipe da Regional de técnicos e administrativos pela excelente qualificação, espírito de competitividade e facilidade em adaptar-se em novos processos”.  

TPM 

A Manutenção Produtiva Total – TPM é um sistema de gestão que identifica e elimina as perdas existentes nos processos empresariais, maximiza a utilização dos ativos e garante a geração de produtos de alta qualidade a custos competitivos. Além disso, desenvolve e amplia conhecimentos e habilidades das pessoas com o objetivo de executar ações de prevenção e de melhoria contínua, para garantir o aumento da confiabilidade e capacidade dos processos empresariais, sem investimentos adicionais. Os especialistas a caracterizam como uma ferramenta eficaz na busca da “Perda Zero, da Falha Zero e do Acidente Zero”.