Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal do PMDB, Osvaldo Reis confirmou ao Conexão Tocantins nesta terça-feira, 26, que vai se reunir com o vice-presidente, Michel Temmer para tratar do pedido de intervenção no partido. O deputado federal Lelo Coimbra, do PMDB Espírito Santo, foi designado relator do pedido.

“O PMDB precisa construir um agenda positiva para termos candidato em 2014. Temos que estar todos juntos em prol dos interesses coletivos. O PMDB tem um papel muito importante na história do Tocantins”, defende o deputado. A intenção de Reis, que afirmou estar atuando como “bombeiro” no partido ao tentar conciliar os dois grupos, é marcar uma reunião para a próxima semana com os líderes nacionais do partido com o intuito de selar a união na legenda. “ Vou falar hoje com Temmer para marcarmos uma reunião na próxima semana”, frisou.

O ex-governador Marcelo Miranda e o atual presidente regional, Júnior Coimbra deverão participar do encontro da próxima semana. “Queremos o consenso. Tenho conversado com eles e todos concordam que o PMDB precisa de uma reformulação”, disse.

Reis comparou o PMDB ás estradas do Tocantins. “ O partido está igual as estradas do Estado, um atoleiro que não anda”, disse.

Interesse de Kátia

Ao defender a união no partido visando principalmente a eleição do próximo ano, Reis revelou que conversou com a senadora Kátia Abreu sobre a possibilidade dela se filiar na legenda. “ Conversei com a Kátia e ela não descartou a possibilidade de vir para o partido mas como uma pessoa pode vir para um partido nesta situação. Temos que resolver isso. O PMDB é maior”, conta. Ele disse que a senadora não descartou uma possível filiação no partido.