Estado

Foto: Divulgação

Bancários permanecem em greve por tempo indeterminado até que a Federação Nacional dos Bancos (FENABAN) volte a negociar com a categoria. A classe, que entrou de greve nessa quinta-feira, dia 19, reivindica reajuste salarial de 11,9% e melhores condições de trabalho. Segundo o Sindicato dos Bancários do Tocantins (SINTEC), ontem 28 agências paralisaram os serviços em todo o estado.

De acordo com o presidente do SINTEC, Crispim Batista Filho, a greve dos bancários, que é a nível nacional, já ganha forças no estado. “Ontem iniciamos o estado de greve e 28 agências bancárias paralisaram os serviços de atendimento. Caso não haja novas negociações com a categoria, a tendência é de que mais bancos sejam fechados e que a greve se estenda”, afirmou Crispim Batista, destacando que a expectativa para hoje, 20/09, é que o dobro de agências sejam fechadas.

O Sindicato informou que durante o período de greve funcionarão apenas os serviços simples, que podem ser resolvidos através de caixas eletrônicos, como pagamentos, saques e depósitos. (Ascom Sintec)