Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 11, o secretário geral do Psol, Cássius Clay Assunção Fonseca, afirmou que até esta próxima terça-feira, 12, o partido decidirá se continuará mantendo ou não a candidatura a governador de Joaquim Rocha, que teve seu registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral.  

Joaquim Rocha entrou com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última semana para tentar homologar sua candidatura, sem consenso do partido. Segundo o Cássius Clay, o que houve foi uma falta de comunicação entre Joaquim Rocha e Élvio Quirino que é o candidato ao Senado. “O candidato entrou com recurso não pelo partido mas por ele mesmo. O partido pode a qualquer momento tomar uma decisão de continuar ou  não com ele. Pode ser com ele ou pode não ser, independente do recurso que ele fez. Não é descartado a substituição e não é descartado a continuação dele”, disse.

Ainda segundo Cássius Clay, haverá reunião interna nesta segunda-feira para encaminhar uma decisão. “Hoje vamos fazer uma última reunião interna para decidir, hoje já está 90% encaminhado”, afirmou.