Palmas

Foto: Divulgação

Em audiência com o Ministro da Secretaria Nacional da Aviação Civil, Wagner Bittencourt, na manhã da quarta-feira, 18, o deputado federal Angelo Agnolin (PDT) e a vice-prefeita de Palmas Edna Agnolin (PDT) encaminharam oficialmente sugestão de projeto que visa transformar o Aeroporto de Palmas em um centro de articulação e convergência aérea nacional, como forma de resolver parte do estrangulamento dos aeroportos brasileiros.

“A cidade de Palmas é alternativa aos problemas de tráfego aéreo enfrentados pelos aeroportos, já que temos condição geográfica estratégica e estamos no centro geodésico do país. Inserir Palmas no eixo das conexões pode ser a solução para enfrentar o caos aéreo do sistema” sugeriu o deputado.

Para Agnolin, Palmas poderá ser plataforma de entrada para Estados do norte do País, desafogando, principalmente, o aeroporto de Brasília. O parlamentar ressaltou as condiçoes favoráveis do aeroporto, como estrutura moderna, área disponível para expansão e capacidade ociosa de operação. “A pista para decolagem e manobras tem capacidade para receber aeronaves de grande porte, mas é preciso um estudo técnico sobre sua compatibilidade” ponderou.

A vice-prefeita de Palmas, Edna Agnolin, considerou que o sítio aeroportuário da capital, com 23.739.952.00m² de área, possibilita novos investimentos e expansão da infraestrutura existente. Ela ressaltou ainda que o aeroporto possui arquitetura peculiar, praça de alimentação, 25 lojas no conceito de aeroshopping, 12 balcões de check-in, terraço panorâmico, além do ambiente climatizado.

Para Edna, o forte desenvolvimento do agronegócio e do turismo na região são os principais fomentadores da atual demanda do transporte aéreo no Tocantins. Ela citou ainda, a execução das obras do Terminal de Logística de Cargas do aeroporto, que deverá movimentar a economia da capital e do Tocantins.

Bittencourt, disse que a sugestão tem viabilidade e que pode ser alternativa.“Palmas tem um potencial muito grande, infra-estrutura adequada e uma logística extremamente favorável. Vamos analisar a proposta” disse o ministro.

Conforme o ministro, uma equipe técnica será, em breve, enviada à Palmas para avaliar as condições do aeroporto. Logo após, caso seja classificado, o projeto será analisado pela ANAC e posteriormente enviado as empresas aéreas operantes.

Fonte: Assessoria de Imprensa Angelo Agnolin