Campo

Foto: Fred Alves

Depois de receber a maior quantidade de soja em seus 13 anos de operação, quando foi armazenado e beneficiado um total de 73.500 toneladas, a Unidade de Grãos da Coapa - Cooperativa Agroindustrial de Pedro Afonso, em Pedro Afonso, bateu um novo recorde em 2011. O armazém recebeu 7.200 toneladas de milho de 22 produtores e 5.582,379 toneladas de sorgo de 20 agricultores. O recebimento de milho cresceu 2.405% em relação ao ano passado quando os produtores entregaram apenas 299,340 kg. Já a quantidade de sorgo recebido foi 194,50% maior do que em 2010 com 2.870 kg entregues.

A gerente da Unidade Técnica da Coapa, Erica Lima Brito, informou que a área plantada de milho aumentou de 2010 para esse ano, de 470 para 980 hectares, e a de sorgo de 4200 para 5600 hectares. Também cresceu a produtividade por hectare. Nesta safrinha a produtividade média de milho foi de 75 sacas de 60 kg por hectare, enquanto que em 2010 foi de 65 sacas. Já o sorgo em relação ao período passado teve produção de 24 sacas/hectare, duas a mais que na safra anterior.

“Melhor rentabilidade nos preços, maior investimento do produtor devido a super safra de soja 2010/2011, condições climáticas favoráveis e o uso de técnicas modernas de cultivo são os fatores que levaram ao crescimento da produção da safrinha”, explica Erica Brito, acrescentando que os produtores associados a Coapa são responsáveis por 65% da produção de milho e sorgo nos municípios de Pedro Afonso, Tupirama, Santa Maria do Tocantins, Centenário, Recursolândia e Itacajá.

Aposta certa

Satisfeito com os resultados, o produtor Moacir Catabriga que atua na região de Pedro Afonso desde 1987, relata ter aumentado de 400 para 600 hectares a área plantada de sorgo nesta safrinha. “Esperávamos ter bons preços e nossa expectativa se confirmou. Na safrinha de 2010 cheguei a vender a saca por R$ 12,00 e neste ano já está a R$ 18,00, um preço muito melhor”, revelou Catabriga, um dos grandes produtores de soja da região, citando as chuvas prolongadas como um dos fatores que contribuíram para os bons números da safrinha 2011.

Comercialização

Neste ano, a saca de 60 kg do milho está sendo negociada em média a R$ 25,00, bem superior a safra anterior quando foi comercializada por no máximo R$ 19,00. O preço do sorgo também melhorou e está sendo vendido a R$ 18,00, superando os R$ 13,00 de 2010.

O gerente da Unidade de Grãos da Coapa, Nelzivan Carvalho Neves, explica que após chegarem ao armazém e serem beneficiados, os grãos de milho e sorgo, em sua maioria, são comercializados pelos produtores no mercado tocantinense e para o Estado do Pará, onde são utilizados na fabricação de ração para bovinos, suínos e aves. (Assessoria de Imprensa)