Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Militar informa prendeu ontem quinta-feira, 1º de setembro, por volta das 17h20, uma quadrilha que atuava há 1 ano na capital, furtando antenas parabólicas e motores para portões elétricos de uma loja e os vendiam para terceiros sem a emissão de nota fiscal.

Os policiais militares do 1° BPM através de denúncia anônima conseguiram identificar o acusado de receptação, Silas Batista Rodrigues, que segundo a PM era responsável pela revenda de todo o material furtado.

Em poder de Silas encontrava-se uma antena parabólica de marca BR Eletron (marca esta comercializada por apenas uma empresa em Palmas), quando perguntado sobre o fato, o acusado de receptação confessou sua participação e como funcionava o esquema da quadrilha.

Ainda segundo a PM Silas declarou que o funcionário da BR Eletron era incumbido de furtar o material e o pai deste funcionário tinha a função de vender as antenas e os motores para o Silas que revendia tudo para terceiros (pregões, comércios variados e outros).

De posse de todas estas informações e, já tendo dada a voz de prisão à Silas, foi efetuada a prisão do pai do funcionário da empresa e seu filho, que confirmou sua participação e a de seu pai, bem como a de Silas e de um dono de Pregão - contra o qual também se configurou o crime de receptação.

Após isso, o proprietário (vítima dos furtos) foi encaminhado para delegacia para o reconhecimento do material e realização dos procedimentos cabíveis. Segundo a PM, o funcionário juntamente com o pai tiveram os nomes preservados para aprofundamento das investigações. (Ascom PM)

Por: Redação

Tags: 1º BPM, Polícia Militar, Receptação