Saúde

Foto: Divulgação

Apesar do anúncio oficial por parte do governo da mudança na gestão do Hospital Geral de Palmas, na área da enfermagem, a chefia do setor ainda está sob a responsabilidade da Organização Social Pró Saúde.

É o que afirma o Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – Seet, após uma visita realizada nesta terça-feira, 27, no hospital.

De acordo com o presidente do Seet, Ismael Sabino da Luz, o Secretário da Estadual da Saúde, Nicolau Esteves não teria cumprido com o anunciado no último dia 20, quando disse que o Estado retomou a direção do hospital, pelo menos no que diz respeito da Diretoria Geral da enfermagem do Hospital.

“Já se passou uma semana e isso não aconteceu. Isso nos leva crer que a postura do secretariado do atual governo realmente não inspira confiança e não tem autonomia ou mesmo vontade de fazer acontecer”, disse o presidente lembrando-se da coletiva onde também participaram a Secretária de Planejamento Vanda Paiva e o procurador geral do Estado, André Luiz Matos, que confirmaram a reformulação do contrato da Organização Social com o governo.

A Pró Saúde, que até então respondia pela direção do hospital, entre as atribuições, ficaria responsável pelo custeio do HGPP, como compra de medicamentos, despesas com a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea, exames, laboratório, limpeza e contratação de pessoal.

“Exigimos uma posição do Estado. E aí? Como vai ficar essa situação?” questiona o presidente do Seet. (Com informações da Ascom)