Polí­tica

Foto: Divulgação

Implantar uma administração pública eficiente com foco na transparência é um dos objetivos destacados pelo candidato a prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) durante a sua participação na segunda rodada de entrevistas da Organização Jaime Câmara, veiculada no Jornal Anhanguera primeira edição nesta segunda-feira, 17.

“Hoje o Brasil perde cerca de 6% do seu PIB (produto interno bruto) com a corrupção. Trazendo para Palmas, isso representaria mais de R$ 200 milhões, o que é superior ao orçamento da Secretaria da Saúde. Por isso acredito que com uma gestão honesta é possível dispor de mais recursos para realizar os investimentos que são necessários”, pontuou Amastha.

Quando questionado sobre o seu projeto de transformar a Avenida JK em um shopping a céu aberto Amastha destacou, “todas as grandes cidades do mundo possuem centros com espaços de convivência onde as pessoas se reúnem. Para desenvolver esse projeto precisamos realizar uma reengenharia do trânsito no local e investir no transporte coletivo de qualidade. É importante ressaltar que tudo isso será discutido com a sociedade e se tivermos a aprovação dos palmenses então faremos”.

Amastha ainda respondeu questionamentos sobre a área da educação e sua proposta de implantar creches noturnas. “Temos que ampliar o horário de atendimento das creches convencionais que atualmente atendem até as 17h30, e implantar o modelo de creches noturnas, pois o futuro das crianças está ligado ao crescimento das mães que precisam de oportunidade para estudar e se qualificar”.

Na área da segurança pública, Amastha explanou sobre um dos projetos, que é o Guarda Quarteirão. “Além de focar na prevenção ao uso de drogas e à criminalidade, vamos implantar um projeto que realize um trabalho em parceria com as polícias civil e militar possibilitando

Sobre a saúde municipal, Amastha enfatizou, “esse é um problema de gestão e atitude, pois ninguém quer assumir o problema da saúde, e isso nós vamos mudar”. (Assessoria de Imprensa)