Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente regional da bancada do PSDB na Câmara Municipal de Gurupi, Eduardo Fortes, usou a tribuna durante a Sessão Ordinária na manhã desta segunda-feira, 11, em apoio a nota de repúdio do Sindicarnes e Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) contra a aprovação pela Assembleia Legislativa do Tocantins, da Lei nº 3.267 de autoria do Governo do Estado.

A lei baixa a alíquota do ICMS de 7% para 4% para venda de gado vivo a outros estados da federação.

No entendimento do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Carnes Bovinas, Suínas, Aves, Peixes e Derivados do Estado do Tocantins (Sindicarnes), deste que a lei entrou em vigor milhares de cabeça de bovinos do Tocantins, matéria prima dos frigoríficos, tem sido enviadas para outros estados.

Conforme o parlamentar, o Governo do Tocantins trabalha na contramão do crescimento da cadeia produtiva do Estado. “Esperamos que os deputados estaduais revoguem esta Lei, pois irá gerar muito desempregos e deixando as indústrias frigoríficas do Estado com menos poder de competitividade em relação aos mercados interno e externo. Por isso é muito ruim para o estado em geral onde nossa matéria prima que é o gado está sendo levando é abatido em outros estados prejudicando o Tocantins”, disse Eduardo Fortes.