Polí­tica

Foto: Divulgação

Segundo informou o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Sintsep/TO), acontecerá neste domingo, 12, pelo Estado do Tocantins, manifestações do movimento Vem Pra Rua contra o governo da atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff (PT).

As manifestações pelo Tocantins acontecem nas cidades de Palmas, Colinas do Tocantins, Lagoa da Confusão, entre outras. O Sintsep informou ser esperado um número maior de participantes na ação em comparação com a manifestação do dia 15 de março. 

O movimento Vem Pra Rua segue orientações do movimento nacional. Segundo o diretor jurídico do Sintsep, Flávio Mota, pesquisas apontam pessimismo avaliativo do governo Dilma. O diretor comentou que a aprovação na Câmara dos Deputados do PL que permite a terceirização em qualquer tipo de atividade em empresas privadas, públicas e de economia mista, pode ser comparada “a uma desavergonhada legalização da burla a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Uma forma de reduzir os salários dos trabalhadores em meio a uma crise econômica profunda pela qual passa o Brasil. Ao invés de investir na educação, inovação tecnológica e infraestrutura para reduzir o custo Brasil, usa-se a terceirização para aumentar a taxa de lucro de algumas empresas, algumas denunciadas na operação Lava Jato, bem como aprofundar, por meio desta terceirização ilícita, o aparelhamento partidário nas empresas públicas”, afirma.

Um dos gritos do movimento, segundo o Sindicato, será “Daí o povo na rua, Dilma a culpa é sua”!”.

Confira programação

Em Palmas, está agendada concentração inicial na Praça dos Girassóis em estabelecimento próximo ao Palmas Shopping a partir das 16 horas.

Em Colinas a movimentação será iniciada às 9 horas na AV. Pedro Ludovico com Rua 3.

Em Lagoa da Confusão, tudo inicia a parti das 16 horas na Orla da Lagoa. 

Primeiras manifestações 

As manifestações marcadas para o domingo, 12, são fruto da primeira mobilização anti-Dilma que aconteceu no dia 15 de março. No Tocantins, alguns políticos participaram e comentaram nas redes sociais. 

Confira algumas matérias relacionadas 

Manifestantes vão às ruas nas maiores cidades do Estado contra corrupção; Senador diz que Dilma não tem nada a temer e Mourão critica interlocução política

Alvo de críticas em manifestações e chamado de câncer, PT se mobiliza a favor de Dilma; presidente diz que partido não aceita "carimbo de corrupto"

Políticos do Tocantins comentam, fazem chamamento e participam de manifestações anti-Dilma

Ataídes sobe à tribuna e pede renúncia da presidente Dilma; senador diz que Governo é cadáver adiado

Olyntho tenta minimizar polêmica e garante que não quer afrontar governo; manifestações repercutem e Bonifácio diz que oposição quer forçar 3º turno

As manifestações de protesto pelo Brasil e a falta de uma consciência crítica