Campo

Foto: Divulgação A presidente Kátia Abreu em seu discurso relembrou a realização do Programa Travessia Leite, executado pelo Senar em parceria com o Sebrae A presidente Kátia Abreu em seu discurso relembrou a realização do Programa Travessia Leite, executado pelo Senar em parceria com o Sebrae

Mais de 300 produtores rurais do município de Gurupi e região participaram do Seminário sobre Bovinocultura de Leite, “experiências e práticas em Bovinocultura de Leite”, foi o tema do evento. O seminário foi realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), em parceria com Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

Com o objetivo de despertar nos produtores as potencialidades do leite no estado, o evento contou com a participação da presidente da FAET/SENAR, Kátia Abreu, que fez uma palestra com o tema: A Maior e Mais Nova Fronteira Agrícola do Brasil, (MATOPIBA), o Zootecnista, Cristiano Nassif, mestre em produção de ruminantes, que fez a palestra: Gestão Eficiente de Propriedades Leiteiras, e o Engenheiro Agrônomo Duarte Vilela, pesquisador da Embrapa que realizou palestra abordando o tema: Cenário e Perspectivas da Produção do Leite.

O palestrante Cristiano Nassif, mestre em produção de ruminantes, demonstrou em sua palestra a variação de produção nos estados da região norte em 2015 e 2016, enfatizando a elevação da produtividade no estado do Tocantins e ressaltou que tal crescimento é fruto do trabalho de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), realizado pelo SENAR em 2013.

A presidente Kátia Abreu em seu discurso relembrou a realização do Programa Travessia Leite, executado pelo SENAR em parceria com o SEBRAE, no período de 2013 a 2015, que ofertou consultorias tecnológicas e inovação para mais de 4.000 produtores rurais no estado, principalmente na região Sul, Central e Bico do Papagaio. O programa Travessia Leite contou com a participação de 93 técnicos de campo, 6 supervisores e o investimento foi de mais de R$ 14.000.000, fruto de parceria entre o SENAR e SEBRAE.

“Realizamos um trabalho árduo de persistência, tinha muitos produtores que resistiam em participar, nós tínhamos o dinheiro e eu queria conseguir fechar nossas metas, mas existia a resistência por parte de alguns produtores, mas com muita determinação, conseguimos superar as expectativas e fechar os resultados com 4.000 produtores assistidos neste projeto, e eu tenho certeza que estão aí os resultados dos nossos esforços.” Relembrou Kátia.

Os produtores presentes no evento também tiveram a oportunidade de presenciar o depoimento de um produtor de leite de São João da Paraúna Goiás, o senhor Éber Gomes Brandão, que veio pessoalmente contar sua historia de sucesso, o produtor explicou desde o início como fez para superar as dificuldades enfrentadas no dia-dia e hoje ter se tornado um produtor bem-sucedido. “Iniciei produzindo 130 litros por dia e hoje estou produzindo 1.250 litros, tudo isso é fruto de muito trabalho e dedicação, me sinto um produtor realizado, e venho mostrar para vocês que com muita coragem e garra conseguimos vencer os obstáculos e se tornar um grande produtor de sucesso” Comemorou o produtor Éber.

Por: Redação

Tags: IFTO, Kátia Abreu, Matopiba, Senar, campo, faet