Palmas

Foto: Ivonete Motta O ministro Lumertz considerou que a implantação do distrito vai virar a página do turismo brasileiro O ministro Lumertz considerou que a implantação do distrito vai virar a página do turismo brasileiro

O Ministério do Turismo irá financiar a elaboração do projeto de uso e ocupação do Distrito Turístico de Palmas, o Master Plan. Área inserida na revisão do Plano Diretor da Capital, que será destinado à implantação de vários parques temáticos. A garantia foi dada pelo ministro Vinícius Lumertz, em audiência com a prefeita Cinthia Ribeiro, ocorrida em Brasília, nessa quarta-feira, 25. A área já é considerada como o primeiro Distrito Turístico da América Latina.

Sobre o projeto, a prefeita Cinthia Ribeiro destacou que ele será um divisor de águas, não só para o Tocantins, não só para Palmas, mas para o Brasil. “É um empreendimento de grande porte, será o primeiro da América Latina e realmente vai marcar um novo momento, tanto para o turismo consolidando o Tocantins nesse tradeturístico, assim como também abrir novas fronteiras para o Brasil”, destacou acrescentando os detalhes do projeto: “ele vai acolher parques temáticos, dos parques temáticos nós já estamos em fase de negociação com a Universal, também com a Disney e temos a confirmação do Wet'n Wild que vem como pioneiro nesse segmento de parques aquáticos”.

O ministro Lumertz considerou que a implantação do distrito vai virar a página do turismo brasileiro.

“Nós temos discutido no âmbito do Ministério do Turismo, da Embratur e com o trade brasileiro a ideia de desenvolvermos distritos turísticos no Brasil. Então, a criação deste distrito em Palmas é uma iniciativa que nós apoiamos e vamos levar o projeto, assim que ele estiver completamente apresentado, ao Prodetur + Turismo do BNDES, esperando que não só ele seja aprovado, mas que seja exemplar no desenvolvimento de potencialidades semelhantes em todos as 27 unidades da Federação. Assim, nós estaremos garantindo a geração de empregos e de renda. Trata-se de uma abordagem nova, criativa e que, no nosso entendimento, trará muitos resultados econômicos e sociais para os estados e os municípios do país”, finalizou o ministro.

O Master Plan vai indicar o local mais adequado para a instalação de cada atração. Com área total de 100 hectares (10 milhões de m²), o Distrito Turístico de Palmas deverá conter com atrativos como aquários, marina, centros esportivos e de lazer.

Localizada na Região Norte, a área está a 12 km do Centro da Capital e 20 km do aeroporto. A sua implantação vai agregar outros investimentos econômicos como hotéis, restaurantes, bares e outros. (Crédito: Secom/Palmas)