Economia

Foto: Divulgação

A Infraero publicou o edital de licitação para a concessão do Terminal de Logística de Carga (Teca) do Aeroporto de Palmas/Brigadeiro Lysias Rodrigues. A abertura do processo ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 16 de maio, às 9h. A iniciativa faz parte do novo posicionamento estratégico da estatal, que prevê a exploração comercial de áreas situadas em alguns de seus aeroportos para o segmento de negócios logísticos.

A concessão prevê a exploração comercial e operacional da atividade de armazenagem e movimentação de cargas internacionais e nacionais por 10 anos, com preço mínimo mensal de R$ 15 mil. Caso necessário, o concessionário poderá solicitar à Receita Federal o alfandegamento da área para operação de cargas internacionais, atendendo aos requisitos legais exigidos e respeitando a capacidade operacional e segurança da aviação.

Por se tratar de uma concessão sem obrigatoriedade de investimentos, o vencedor deverá arcar com eventuais adequações estruturais e futuras ampliações mediante autorização da Infraero. A empresa ganhadora também terá liberdade de escolher produtos e serviços mais aderentes à sua realidade mercadológica, sem uma predefinição ou enquadramento prévio da estatal. Mediante análise na Infraero, o concessionário poderá agregar atividades acessórias a serem exploradas comercialmente, diretamente ou por terceiros, como restaurante, centro de treinamento, armazéns gerais, bancos, aluguel de salas para prestadores de serviços, dentre outros.

Para o superintendente do aeroporto, Juliano de Castro Duarte, Palmas apresenta índices representativos nos segmentos do agronegócio, instalação de distritos industriais e micro e pequenas empresas, cujos incentivos e políticas públicas buscam atrair cada vez mais investidores com ânimo para explorar as vantagens e condições diferenciadas. “Nesse cenário, e considerando ainda o fato de o Aeroporto de Palmas estar situado em um dos maiores sítios aeroportuários do país, a concessão de uso de área para exploração da atividade de armazenagem e movimentação de cargas, representa grande oportunidade de negócio e fortalecimento das bases financeiras e ações de fomento das receitas comerciais da Infraero”, destacou.

O terminal de cargas do Aeroporto de Palmas tem uma área de 2,1 mil m², sendo 500 m² de edificação modular de armazenamento, que poderá ser alterada e ampliada dependendo da demanda. Além disso, o armazém possui sala de atendimento ao cliente, estacionamento de caminhões com seis vagas, alojamentos para funcionários e espaços administrativos.

Rede Teca Infraero

A rede de terminais de logística de carga da Infraero possui, em seu parque tecnológico, equipamentos de última geração e moderna e completa infraestrutura para receber os mais diversos tipos de carga e garantir que sejam movimentadas e armazenadas com agilidade e total segurança. Esses terminais contam com câmaras frigoríficas, áreas especiais para cargas valiosas, material radioativo e demais artigos perigosos.

A estatal é uma das maiores operadoras de terminais aeroportuários do mundo e movimenta cerca de R$ 40 bilhões em cargas processadas por ano, com carteira de mais de 11 mil clientes. As operações dos terminais de logística de cargas da Infraero apresentaram crescimento de 19,5%, saltando de 104,5 mil toneladas em 2016 para 124,8 mil toneladas em 2017. O destaque foi o setor de importações, com incremento de 24,6%, chegando a 85,5 mil toneladas.