Polí­tica

Mesmo não sendo uma exigência da legislação eleitoral, o candidato a governador da coligação "A vez dos Tocantinenses", Vicentinho Alves (PR), licenciou-se do cargo de senador da República para disputar as eleições suplementares no Tocantins. "Tirei uma licença de interesse particular e sem remuneração para concorrer a este pleito. Apesar de não ser obrigatório me sinto mais à vontade e confortável de fazer minha campanha nestas condições. Sou muito comprometido com tudo que me proponho a fazer, por isso, optei pela licença," destacou o candidato.

Vicentinho exonerou os servidores do seu gabinete no Senado, que manifestaram interesse em trabalhar diretamente na campanha. "Não posso usar os servidores públicos como mão de obra para minha campanha. Isso é no mínimo imoral", disse.

O senador licenciou-se no dia 24 de abril de 2018.

Por: Redação

Tags: Eleição Suplementar, Vicentinho Alves