Polí­cia

Foto: Divulgação Três assassinatos foram registrados em Gurupi em uma única noite Três assassinatos foram registrados em Gurupi em uma única noite

A similaridade entre as características de três crimes cometidos em Gurupi nas últimas 24 horas chama a atenção para um possível caso de extermínio na cidade localizada no sul do estado. Entre a noite desta terça-feira, 17, e a madrugada de quarta, 18, três pessoas foram mortas e uma ferida. As ocorrências são semelhantes, em todos os casos as vítimas foram mortas a tiros e testemunhas relataram que os suspeitos teriam chegado de surpresa em uma moto.

Em nota divulgada à imprensa a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que as investigações estão sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Gurupi que desde o início da manhã realiza a oitiva de testemunhas e colheita de outras provas.

Segundo a Polícia Civil, o modo de cometimento dos crimes é semelhante ao de outros casos registrados no final de 2017 e início deste ano, mas nenhuma linha de investigação está sendo descartada. Equipes policiais da DHPP foram acionadas ainda na madrugada e estão às ruas a procura dos suspeitos.

Já a Polícia Militar encaminhou nota relatando as ocorrências atendidas pela corporação e disse que as investigações para apurar motivação e responsáveis pelo crime estão a cargo da Delegacia de Homicídios.

Crimes

No início da madrugada desta quarta-feira, por volta das 0h30, Rogaciano Rocha, de 34 anos, foi morto a tiros no Jardim Eldorado. Segundo a polícia uma testemunha teria relatado que estava dentro de casa quando ouviu os disparos. Ao sair na porta se deparou com a vítima já caída na calçada. A suspeita é de que dois homens em uma moto tenham matado Rogaciano.

Os outros dois crimes aconteceram em um intervalo curto de tempo. Por volta das 20h30 desta terça, 17, a PM foi chamada para atender uma ocorrência em um bar no setor Alto Bonito. No local o eletricista Manoel Pereira da Silva, 51, foi morto a tiros. Uma testemunha relatou que Manoel, também conhecido como “Sabonte”, estava no bar com um outro homem quando dois suspeitos chegaram em uma moto e preta. Armado, o passageiro atirou pelas costas das vítimas. Manoel morreu no local e a outra vítima foi levada ainda com vida para o Hospital Regional de Gurupi.

Pouco tempo depois, por volta das 21h45, uma travesti também foi morta no setor Waldir Lins II em Gurupi. Segundo a polícia, Daniela Cicarelli, de 24 anos, também foi assassinada a tiros. A vítima estava sozinha na rua quando foi surpreendida pelos suspeitos de moto que atiraram contra ela. Uma testemunha ouviu os disparos e chamou a polícia que, ao chegar ao local encontrou a vítima já sem vida. O corpo foi levado para o IML da cidade.

Nenhum suspeito foi preso até o momento. (Atualizada às 12h31)