Cultura

Foto: Divulgação O festival acontecerá de 25 a 29 de setembro, no Cine Cultura O festival acontecerá de 25 a 29 de setembro, no Cine Cultura

Diretores e produtores do audiovisual em todo o Brasil têm somente até o dia 15 de agosto para inscrever suas produções na 13ª edição do Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins (Chico). Não haverá prorrogação do período de inscrições e o festival acontecerá de 25 a 29 de setembro, no Cine Cultura, no Espaço Cultural em Palmas. As inscrições deverão ser realizadas através do formulário de inscrição devidamente preenchido na plataforma www.festivalchico.com.

Faltam apenas 15 dias para o final do período de inscrições e o Festival já recebeu um total de 363 inscrições para as mostras competitivas e especiais. De acordo com a diretora executiva do Festival, Juliane Almeida, há inscrições de realizadores de todas as regiões brasileiras, sendo mais de 80% dos filmes inscritos para a categoria Mostra Brasil, de realizadores nascidos ou residentes no Brasil. As inscrições enviadas, até o momento, de vídeos locais ainda são pequenas, porém, foi disponibilizada uma categoria específica, a Mostra Tocantins.

Presidente do júri técnico, Sérgio Soares considera que o grande problema da cinematografia tocantinense está menos nos recursos para produzir e muito mais na circulação, na difusão, ou seja, em achar espaço para mostrar o que foi feito e criar assim um público. “Que estímulo existe em enfrentar todas as dificuldades se, depois de superadas, você tem um filme e não sabe o que fazer com ele? Então, um festival com tradição se torna uma fantástica janela não só pra premiar o que está sendo feito agora, mas para gerar ideias, relações e esperanças para o cinema”, apontou o presidente do júri.

As mostras competitivas são divididas em Mostra Tocantins e Mostra Brasil, e as Mostras Especiais compreendem Mostra Infâncias e Mostra Regional. O regulamento completo pode ser conferido na página oficial do evento www.festivalchico.com.

Prêmios

Os filmes indicados pelo Júri Técnico na Mostra Tocantins serão premiados com o Troféu Chico 2018 nas categorias: Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia e Melhor Edição. Além da premiação com o troféu, o Júri Técnico concede o Prêmio Especial ao Melhor Filme da Mostra Tocantins, destinado ao produtor do filme, com uma residência artística internacional em festival de cinema realizado na América Latina. Este Júri também concede à Mostra Brasil o Troféu Chico 2018 para o Melhor Filme desta categoria junto à Residência Artística Internacional, sendo esta destinada ao Produtor ou Diretor do filme. A empresa Mistika Post oferecerá um prêmio especial para o Melhor Diretor do Tocantins, sendo R$ 4 mil em serviços de pós-imagem.

A 13ª edição do Festival Chico é realizado pelo Fundo Nacional de Cultura e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC), sendo co-realizado pelo Centro de Imagem e Som (CIM). É realizado e produzido pela Jubalina Produções com produção associada de Produza Studio Criativo. Conta ainda com os apoios da Fundação Cultural de Palmas (FCP), Mistika Post, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Serviço Social do Comércio do Tocantins (Sesc), MZN Filmes, Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste (CONNE).

Por: Redação

Tags: Chico, Juliane Almeida, Sérgio Soares