Estado

A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex) promoverá de 2 a 4 de outubro o I Encontro de Pesquisadores Negros no Tocantins. O evento tem como objetivo permitir trocas, vivências, experiências discussões e avaliações acerca de ações efetivas e estratégias de combates ao racismo e o compartilhamento de produção científico-cultural construídas por esses pesquisadores dentro do Estado.

As inscrições para o Encontro podem ser feitas no site do evento. Os valores são de R$ 10,00 para expositores e acadêmicos de movimentos artísticos e sociais; R$ 50,00 para pesquisadores e professores universitários; R$ 20,00 para professores da Educação Básica e estudantes de pós-graduação. Acadêmicos cotistas não precisam pagar inscrição, mas terão que apresentar ficha cadastral do aluno ou documento comprobatório no credenciamento do evento.

Segundo a coordenadora de Ações Afirmativas da Proex, professora Solange Nascimento, "o evento tem o objetivo de estabelecer trocas de saberes, práticas e relatos de experiências a partir do seu lugar de fala, discutindo entre outras temáticas: feminismo negro, religiosidade e cosmogonia africana, pensamento de colonial e perspectiva afrodiaspórica e comunidades quilombolas. Considerando que estamos na Década Internacional dos Afrodescendentes serão discutidas estratégias de enfrentamento à discriminação e ao racismo, além da visibilidade às produções socioculturais afrocentradas", afirmou. 

A Proex informa que os pesquisadores que pretendem apresentar trabalhos no evento devem submetê-los à avaliação que será feita pela Comissão Científica do Encontro, até a data de 15 de setembro. O trabalho será examinado e enquadrado conforme as categorias (Trabalho Científico/Extensão Universitária e  Relatos de Experiência).

O evento será composto por apresentação dos projetos, atividades culturais, mesas-redondas e diálogos de abertura com professores, mesa de debates, rodas de conversas, oficinas e atividades culturais.

Por: Redação

Tags: Encontro de Pesquisadores Negros, Proex