Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Economia

Foto: Divulgação Silvan Portilho, explica que a maneira como o profissional se porta no emprego temporário é fundamental para uma possível efetivação Silvan Portilho, explica que a maneira como o profissional se porta no emprego temporário é fundamental para uma possível efetivação

Em Palmas, de acordo com uma pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), 61,3% das empresas associadas à entidade devem abrir vagas para contratação temporária.

De acordo com o levantamento realizado, 50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos, 31,8% homens e 18,2% não tem preferência. Em relação à faixa etária das pessoas a serem contratadas, 53,3% das empresas preferem profissionais de 25 a 36 anos; 42,2% de 18 a 24 anos e 4,4% têm preferência por pessoas que têm entre 37 e 48 anos de idade

As empresas foram questionadas sobre quais principais requisitos para contratar alguém, e resultado mostrou que pessoas que tenham experiência na área têm uma certa vantagem: 88,6% das empresas querem alguém que já trabalhou no ramo da vaga a ser ocupada. Quanto ao grau de escolaridade, 59,1% procuram pessoas com ensino médio completo; 9,1% ensino fundamental completo e 4,5% querem pessoas com ensino superior completo. Além disso, 40,9% das empresas acredita que ter cursos complementares é um diferencial positivo.

O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica que a maneira como o profissional se porta no emprego temporário é fundamental para uma possível efetivação.“É necessário que a pessoa contratada tenha um bom desempenho e se mostre prestativa e proativa, pois assim mostra que está apta a preencher um cargo efetivo. O comércio precisa de profissionais que ajudem a empresa a crescer, que sejam comprometidos com o negócio. Então, as recomendações da CDL para quem procura um emprego são: se qualificar e dar o melhor de si, para que possa ser efetivado e crescer dentro da empresa”, comenta.