Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Geral

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Faleceu na noite desse domingo, 4, o jornalista Hércules Dias, 68 anos, editor-chefe do jornal Stylo. Ele era conhecido carinhosamente como HD e morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. Atuante no jornalismo goiano e tocantinense, passando por vários jornais diários no Goiás e no Distrito Federal, também atuou no rádio. 

Em nota de pesar, o vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, solidarizou-se e ressaltou que o Estado perde um grande comunicador. "Sem dúvida, ele fará muita falta", segundo Barbosa. 

O sepultamento do jornalista será em Goiânia, com restrição a familiares. Hércules Dias deixa esposa três filhas e netas.

Confira a nota de pesar na íntegra 

O jornalista, que era carinhosamente conhecido como HD, morreu na noite do último domingo, 4, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

Foi com muita tristeza que recebi a notícia da morte do jornalista Hércules Dias, ocorrido nesse domingo, 4.

Hércules Dias, conhecido como HD, tinha 68 anos, 50 de atuação no jornalismo goiano e tocantinense, passando por vários jornais diários no Goiás e no Distrito Federal. Também atuou no rádio e atualmente era o editor chefe no Portal Stylo de Palmas.

O Tocantins perde um grande comunicador. Sem dúvida, ele fará muita falta. Ele deixa a esposa Fátima Fernandes, três filhas e netas.

Neste momento de tamanha tristeza e dor, me solidarizo e peço a Deus que conforte o coração dos familiares, amigos e toda a imprensa tocantinense, dando-lhes forças para superarem este momento difícil e para conviverem com tamanha saudade.

Wanderlei Barbosa 

Vice-governador do Tocantins