Saúde

Foto: Nielcem Fernandes

Foto: Nielcem Fernandes

Com foco na intensificação das ações de conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento materno, a Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (SES-TO) inicia na terça-feira, 1º de agosto, a 'Campanha Agosto Dourado',  instituída pela Lei nº 13.435/2.017.

“O leite materno é o melhor alimento para o bebê, é o alimento mais completo que existe no mundo. Tem tudo que o bebê precisa em termos de gordura, vitaminas, proteínas, minerais, carboidratos, nas quantidades suficientes para que ele se desenvolva plenamente. Além disso, o leite materno é rico em imunoglobulinas, que são anticorpos que vão prevenir várias doenças na vida desse bebê", afirmou a coordenadora do Banco de Leite do Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos (HMDR), Walkiria Pinheiro.

Doação e rede de apoio

Existem algumas mães que por diversas complicações não podem amamentar, por isso é importante a doação do leite materno, para que todos os bebês tenham acesso a esse alimento fundamental. Quem pode amamentar, mas possui dificuldades, também pode buscar ajuda nas redes de apoio do Estado.

 Walkiria Pinheiro acrescentou que, “a amamentação nem sempre é fácil. Caso exista dor ou qualquer dificuldade para amamentar, a mulher deve procurar a unidade de saúde mais próxima da sua casa ou ir diretamente ao banco de leite. No Estado, nós temos três bancos de leite, um em Palmas, no Hospital e Maternidade Dona Regina, um em Araguaína, no Hospital Dom Orione, e outro banco de leite em Gurupi, no Hospital de Referência de Gurupi. Além dos três bancos, a rede conta com dois postos de coleta para ajudar essas mulheres com dificuldade na amamentação, um é no Hospital Materno Infantil Tia Dedé, em Porto Nacional, e o outro no Hospital Regional de Paraíso Dr. Alfredo Oliveira Barros”.

Quem pode doar leite materno e como é feita a doação?

“Se a mulher está amamentando e percebe que depois que o bebê dela mama no peito, sobra um pouco de leite, então essa sobra, ela pode doar para um banco de leite ou para um posto de coleta. Para doar leite, a mulher tem que estar saudável, não deve estar doente, não deve tomar nenhuma medicação que impeça a doação, não deve fumar e nem deve beber. Essa doação é de livre, espontânea vontade. Então, se tem leite sobrando e a mulher quer doar, ela não precisa se dirigir até um banco de leite. Ela pode ligar para o banco de leite, no caso de palmas, ela pode ligar no telefone 0800 -646 -8283 ou 3218 -7734. É feito o cadastro no banco de leite e ela vai receber a nossa visita em casa, onde nós vamos levar o kit de doação e ensinar como retirar e armazenar o leite”, relatou a coordenadora.

Dados

O relatório de produção geral de leite materno do Estado do Tocantins aponta que, no ano de 2022 as redes de apoio do banco de leite realizaram 3.679 visitas domiciliares, obteve o número de 2.713 doadoras e 2.023 receptores de leite materno. Foram atendidas individualmente 27.568 mulheres e em grupo 14.417. O número de leite humano distribuído foi o total de 1.624.

Já entre os meses de janeiro a junho deste ano, foram atendidas individualmente 14.315 mulheres e em grupo 7.989. O banco de leite recebeu 1.220 doadoras e 969 receptores de leite materno. O total de leite humano coletado é de 1.219 e foram distribuídos 790 frascos de leite, para beneficiar bebês com alimentação saudável e nutritiva.

Programação

Durante todo mês de agosto terá uma vasta programação em todo o estado, as unidades de saúde e hospitais irão fazer suas respectivas programações. Em agosto é comemorada também, a Semana Mundial de Aleitamento Materno, entre os dias 1 e 7 de agosto.

Gurupi

No Hospital Regional de Gurupi irá conter muita mobilização, a partir do dia primeiro a ala do banco de leite será decorada com o tema da campanha. No dia 9 haverá uma visita na Unidade Básica de Saúde Rosendo. Nos dias 14 e 21 terá entrevistas na rádio do município e dia 18 haverá uma mobilização no fim da tarde, às 18 horas com distribuição de panfletos no Parque Mutuca, em Gurupi.

Porto Nacional

No Hospital Materno Infantil Tia Dedé, de Porto Nacional, a programação contará com uma palestra no dia 04, sexta-feira , às 9h, com o tema “Incentivando o aleitamento materno”, no auditório do hospital. Toda a programação do agosto dourado no hospital será matutina, com palestras às 9h, nos dias 04,11 e 18.

Paraíso do Tocantins

O Posto de Coleta Humano e o Setor de Humanização do Hospital Regional de Paraíso do Tocantins terá decoração temática para o mês de Agosto, com distribuição de panfletos para divulgação da campanha. No dia 01 de agosto, a partir das 8h, realizará na Unidade Básica de Saúde Ursulino Costa, palestra com o tema “Amamentação e seus desafios”.  No dia 17 de agosto será feita uma capacitação sobre amamentação com os profissionais do hospital no período da tarde, e no dia 24 uma ação com o grupo de gestantes, no jardim terapêutico, a partir das 15 horas.

Miracema

O Hospital Regional de Miracema irá realizar mobilizações do “agosto dourado” a partir do dia 15, a abertura será às 8h. A programação será do dia 15 até o dia 18 de agosto, das 8h às 18h no hospital.

Palmas

No Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos, em Palmas, serão feitas ações com os profissionais de saúde para falar sobre aleitamento materno, rodas de conversa para incentivar o aleitamento, ações com gestantes e mães para falar sobre a importância e como vencer os desafios que podem surgir com a amamentação.

A abertura oficial do “Agosto Dourado” acontece durante a  “Semana Mundial de Aleitamento Materno”, no dia 3 de agosto, às 8h30, na frente do hospital, com a participação de autoridades, profissionais e mães com objetivo de incentivar ainda mais a amamentação e a doação de leite materno.