Polí­tica

Foto: Mirdad

Mais um 1º de junho em que a tradição foi cumprida no Distrito Taquaruçu, que se transformou na Capital do Tocantins por um dia. Há 17 anos, uma programação especial presta homenagem à primeira sede administrativa de Palmas nesta data.

Nesta edição, quem subiu a serra acompanhou as apresentações culturais, as solenidades da Câmara Municipal de Vereadores e da Prefeitura de Palmas com direito a entrega e o anúncio de obras aguardadas há anos pelos moradores de Taquaruçu, como a assinatura da ordem de serviço para o início da construção da Ponte do Cruz e o aviso de licitação para a implantação do campo de gramado.

Outro sonho de décadas também foi realizado durante a entrega dos títulos definitivos de regularização fundiária, garantindo o direito de propriedade para 130 famílias do distrito.  Ao todo, 220 certidões de imóveis em Taquaruçu e Buritirana foram entregues, entre elas o da Sebastiana Lúcia da Silva Costa, que vive há quase 20 anos lá. Seu documento definitivo foi recebido ao lado do neto, Luiz Henrique, aniversariante do dia. Duplo presente comemorado com direito a um parabéns cantado por todos presentes na cerimônia.

O deputado estadual, Eduardo Mantoan (PSDB), explicou como a regularização traz reflexos positivos e tem sido uma ação constante nesta gestão.  “Por isso, eu quero mais uma vez reconhecer a sensibilidade da prefeita Cinthia na valorização dos pioneiros de Taquaruçu, por honrar a história do início de Palmas, do momento atual e pelo planejamento para um futuro promissor. Eu também estou atento às necessidades dos moradores de todas as regiões tanto da capital definitiva, Palmas, quanto da provisória neste dia emblemático”, garantiu Mantoan.