Polí­tica

Foto: Divulgação

A senadora Kátia Abreu recebeu nesta quinta-feira, 3, em seu gabinete em Palmas, o presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil no Tocantins (Sinpol), Moisemar Alves Marinho, o diretor financeiro, Argus Nazareno, o diretor jurídico, João Paulo Coelho e advogado da instituição, Leandro Manzano, que relataram à parlamentar as dificuldades que a categoria enfrenta nos dias atuais.

No encontro, os agentes expuseram problemas como o desvio de função, que acarretam sobrecarga de trabalho. Segundo eles, mais de 70% dos agentes estão cedidos para outros fins; o que afeta diretamente na atuação da Polícia Civil. As principais pendencias apontadas são o efetivo reduzido, desvalorização e sobrecarga de trabalho que segundo eles, levam a Polícia Civil ao colapso. 

Foi apresentado também um pedido de apoio a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 273/2016, que estabelece que todos os Policiais e Bombeiros Militares comecem carreira como soldado, e, todos os Policiais Civis e Federais como agente organizados em uma só carreira, com provimento originário no primeiro nível. A matéria foi apresentada pelo deputado federal Subtenente Gonzaga (PDT-MG), na Câmara Federal. 

Após explanação das deficiências, o Sindicato fará um levantamento de soluções que serão apresentadas à Senadora em uma próxima reunião a ser agendada em Brasília.

Por: Redação

Tags: Kátia Abreu, Moisemar Alves Marinho, Sinpol