Economia

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Associação Brasileira dos Revendedores de GLP ASMIRG-BR informou nesta segunda-feira, 28, que a previsão de aumento no valor do gás de cozinha para o mês de setembro, no País, é de 15%. O anúncio refere-se a um repasse no preço por parte da Petrobras tomado como certo, segundo a associação. 

"O aumento da Petrobras, embora praticado no Preço de Compra das Companhias, chega no mesmo percentual no preço de vendas das Companhias Distribuidoras. Considerando real que a Petrobras anunciará um aumento de 15%, referimos a um aumento equivalente a R$ 2,25 (15% de R$ 15,03 – Tabela 02). Mas seguindo as mesmas formas adotadas nos últimos aumentos pelas Companhias Distribuidoras, o aumento real que as revendas terão é de R$ 6,25 (15% de R$ 41,65 tabela 02)", informa a Associação dos Revendedores. 

Ainda de acordo com a associação, considerando as médias dos anos anteriores, nesta mesma época, o aumento devido a futuros acordos coletivos, antecipados, chega a 10% do preço de compra da revenda. "Sendo otimista, calculando este aumento no valor antes do aumento da Petrobras, teremos um segundo aumento de R$ 4,16 (10% de R$ 41,65)".

Segundo a Associação Brasileira dos Revendedores, as revendas e o consumidor brasileiro devem sentir um aumento no preço do botijão de gás de cozinha nesta realidade próximo dos R$ 12,00, sem contar os valores arredondados a mais pelas Companhias Distribuidoras, justificados por ser um preço livre e necessidades de ajustes de custos. A ASMIRG-BR alerta para o risco do aumento, inicialmente suposto em 15% pela Petrobras que equivale a R$ 2,25, mas por tratarmos de um preço livre, sem interferência do Estado Brasileiro, estes valores, com muito otimismo, deve chegar a R$ 10,00 para nossas revendas", informa a associação. 

Tabela 01: pesquisa preços ANP mercado nacional

Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis   - ANP

Coordenadoria de Defesa da Concorrência  

Sistema de Levantamento de Preços 

Síntese dos Preços Praticados - Brasil

Resumo II - GLP R$/13kg

Período: 2017 - Agosto

 

Preço ao Consumidor

Preço Distribuidora para Revenda

Região

Nº Postos Pesquisados

Preço Mínimo

Preço Máximo

Preço Mínimo

Preço Máximo

Centro-Oeste

1141

R$ 50,00

R$ 105,00

R$ 33,69

R$ 75,00

Nordeste

1903

R$ 40,00

R$ 75,00

R$ 23,55

R$ 53,17

Norte

1211

R$ 45,00

R$ 95,00

R$ 31,20

R$ 65,00

Sudeste

3558

R$ 39,99

R$ 79,90

R$ 28,52

R$ 62,40

Sul 

1661

R$ 40,00

R$ 78,00

R$ 30,64

R$ 58,00

Data de Emissão: 26/08/2017

Fonte: www.anp.gov.br

Tabela 02: Evolução dos preços de GLP (R$ / botijão de 13 kg)

jan/17

fev/17

mar/17

abr/17

mai/17

jun/17

jul/17

Brasil

Preço de Realização do Produtor (Petrobras)

13,24

13,25

13,88

14,64

14,64

15,51

15,03

CIDE

-

-

-

-

-

-

-

PIS/COFINS

2,18

2,18

2,18

2,18

2,18

2,18

2,18

Preço do Produtor s/ ICMS c/ CIDE/PIS/COFINS

15,43

15,43

16,06

16,83

16,82

17,69

17,21

ICMS

7,56

7,57

7,63

7,72

7,82

7,88

7,92

Preço de Distribuição

22,99

23

23,69

24,55

24,64

25,57

25,13

Margem Bruta de Distribuição

16,04

16,1

16,4

16,95

16,64

16,48

16,52

Preço Revenda

39,03

39,1

40,09

41,5

41,28

42,05

41,65

Fonte: http://www.anp.gov.br