Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Estado

Foto: Divulgação

O Tocantins vai sediar entre os dias 13 e 17 de novembro, o maior evento de desmonte e manipulação de explosivos da região norte e que contará com os maiores especialistas na área. É o Blast University, promovido pelo curso de Engenharia de Minas da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).

De acordo com a engenheira de minas, Caroline Dourado Moreira Lima – uma das coordenadoras do evento – blaster é a formação dada a um profissional que é responsável em manipular explosivos e executar desmontes na área da mineração e da construção civil, principalmente. “Com isso demos nome não somente a uma escola, mas a uma universidade blaster, que irá oferecer várias atividades de formação e ampliação de conhecimento para profissionais, acadêmicos, pesquisadores que atuam na construção civil ou setores de mineração”, explica.

Caroline Dourado justifica que “o setor de mineração vem ganhando força no Tocantins e isto tem atraído a atenção de profissionais, pesquisadores e investidores para nosso Estado. “Além de contribuir decisivamente para a formação destes profissionais, o evento tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento do Estado e apresentar novas tecnologias para solução de problemas na indústria da mineração”, afirma.

Palestras e minicursos

Durante o evento serão realizadas palestras e minicursos com representantes das maiores empresas do Brasil, Portugal, Espanha, Finlândia e outros países, sobre a utilização de drones para nivelamento topográfico de bancada, utilização de sismógrafos para avaliação e controle de desmonte, oficinas de laser e boretrack, com a participação dos maiores profissionais do setor nos países nórdicos.

Startup’s

Uma das atrações da Blast University será a apresentação de startup's desenvolvidas especialmente para o setor de mineração. Já estão confirmadas as apresentações de startup's do Núcleo de Pesquisas da Universidade de São Paulo (USP) e de outras regiões do Brasil. “As startup's trazem a proposta da utilização de novas tecnologias com ideias inovadoras para os setores de mineração, construção civil e até mesmo na segurança pública”, destaca Caroline Dourado.

Os participantes ainda terão acesso à exposição de máquinas utilizadas nos processos produtivos da mineração e as mais inovadoras tecnologias do setor. Haverá também a participação das forças policiais que operam na autorização e licenças para blaster e transportes de explosivos, como o SFPC (Exército), delegacias responsáveis por controle de explosivos e Corpo de Bombeiros. Mais informações podem ser obtidas através do site do evento: http://blasteruniversityto.com.br.