Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Palmas

Foto: Antônio Gonçalves

A Prefeitura de Palmas, através da Agência Municipal de Turismo (Agtur), ainda não pagou as premiações aos vencedores do 11º Festival Gastronômico de Taquaruçu (FGT), realizado de 6 a 10 de setembro, de acordo com informações repassadas ao Conexão Tocantins por participante do evento que prefere não ter revelada sua identificação por receio de retaliação da gestão da capital. A alegação da Agtur seria a não apresentação de documentação necessária por parte dos campeões.  

Quatro pessoas são vencedoras do 1° lugar (prato doce; prato salgado; comidinha salgada e Food Truck) e possuem o direito, segundo informações, ao prêmio de R$ 6 mil - cada vencedor. Outras quatro pessoas, em 2° lugar devem receber R$ 2 mil cada e outras quatro pessoas, do 3° lugar, R$ 1 mil cada. "A gente participa do edital, passa por quatro processos para estar participando, seguimos todos os critérios e é dada a premiação do Festival no último dia, simbolicamente, recebemos o cheque simbólico, mas da premiação que aconteceu em setembro até hoje não recebemos", disse a participante. 

Ainda segundo o participante, ao entrar em contato com a Agtur, a alegação é que o pessoal vencedor precisa apresentar documentação - RG, CPF e número de conta. Mas, de acordo com participante, a partir do edital esses documentos já vêm sendo apresentados pelos integrantes. "A gente passa os dados, mas pedem novamente. Falam que todo mundo tinha que levar a documentação e que algumas pessoas atrasaram em levar e por isso o atraso no pagamento. Isso foi no primeiro mês. De lá para cá ficamos ligando, mas já tratam a gente mal, com grosseria. Cada vez que ligamos, falam alguma coisa diferente", afirmou a participante. 

Ainda de acordo com a pessoa participante, os vencedores estão chateados, mas temem reclamar e serem boicotados no próximo evento. "Maioria estão chateados e com medo de retaliação se vão participar do festival novamente". 

O Conexão Tocantins solicitou posicionamento da Agtur e Prefeitura de Palmas e, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. O espaço permanece aberto para o esclarecimento da Prefeitura.