Polí­cia

Foto: Divulgação/ PRF Em um dos flagrantes motorista de caminhão dirigia bêbado às 8h30 da manhã Em um dos flagrantes motorista de caminhão dirigia bêbado às 8h30 da manhã

A Polícia Rodoviária Federal flagrou neste fim de semana seis motoristas dirigindo sob o efeito de álcool em rodovias federais no Tocantins. Três em Araguaína, um em Palmeiras do Tocantins, um em Paraíso e um em Guaraí. Todos os motoristas foram multados em quase R$ 3 mil e terão a carteira de habilitação suspensa por um ano.

Segundo a PRF, um destes condutores provocou um acidente em Araguaína por volta das 19h do domingo, batendo de frente com outro carro que trafegava no sentido contrário. Um dos motoristas sofreu ferimentos. Não houve morte.

Outro condutor flagrado dirigindo sob efeito de bebida alcoólica é motorista profissional. Ele dirigia um caminhão e estava bêbado às oito e meia da manhã do domingo, 18, quando foi flagrado pela polícia. Ainda de acordo com a PRF, o mesmo motorista já havia sido flagrado dirigindo bêbado no Estado do Piauí em outra ocasião.

A embriaguez ao volante é a segunda principal causa de acidentes nas rodovias federais que cortam o Estado do Tocantins. Segundo levantamento realizado pela PRF houve aumento no número de casos em 2017 em comparação a 2016.

No total foram registrados 90 acidentes causados pelo consumo de álcool, deixando 69 pessoas feridas e 7 mortos. De acordo com a PRF em cada 12% dos casosfoi observado que pelo menos um dos condutores estava embriagado.

Em 2017, 26.145 pessoas foram submetidas ao teste de etilômetro no Tocantins; 408 condutores foram flagrados conduzido veículo após ingerir bebida alcoólica; destes, 104 foram presos, resultando num aumento de 20% no número de pessoas detidas em comparação ao ano de 2016, quando 87 pessoas foram presas por essa razão. O número de prisões por embriaguez ao volante no Estado se aproxima ao número registado no Estado de São Paulo, onde 199 pessoas foram presas pelo mesmo crime.

Em todo o Brasil 37.953 pessoas foram flagradas dirigindo sob o efeito de álcool no ano de 2017, sendo que destas, 5.994 foram presas. O número é superior ao registrado no ano de 2016, quando 32.430  condutores foram autuados por alcoolemia.