Saúde

Foto: Marcos Filho Sandes Prefeitura atuará dando suporte às atividades do programa, que serão desenvolvidas nas UBS e no Hospital Municipal Eduardo Medrado Prefeitura atuará dando suporte às atividades do programa, que serão desenvolvidas nas UBS e no Hospital Municipal Eduardo Medrado

A Prefeitura de Araguaína e o Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT/UFT) deram as boas-vindas, na manhã desta quinta-feira, 1º de fevereiro, aos médicos aprovados para o Programa de Residência Médica. Os nove residentes irão reforçar o atendimento à comunidade, atuando nas áreas de pediatria, oftalmologia, infectologia e clínica médica.

Parceira no projeto, a Prefeitura atuará dando suporte às atividades do programa, que serão desenvolvidas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e no Hospital Municipal Eduardo Medrado. “Todos são muito bem vindos, estamos juntos para buscar melhorar cada vez mais a saúde do nosso Município e região. Sabemos que a atuação será grande, principalmente na área de pediatria, no Hospital Municipal”, disse o secretário municipal da Saúde, Jean Luís Coutinho.

O secretário acrescentou que serão disponibilizados aos residentes todos os dados necessários para o desenvolvimento de pesquisas e projetos que venham a contribuir na busca por mais melhorias na área da saúde.

O gerente de Ensino e Pesquisa do HDT/UFT, Antônio de Oliveira dos Santos Júnior, ressaltou que o apoio da Prefeitura é muito importante para o programa. “Sem o apoio da Prefeitura não conseguiríamos e estamos muito felizes com essa parceria que além de beneficiar os residentes irá trazer benefícios para a sociedade”.

Residentes

Formada em 2016 pelo Centro Universitário Itpac, a médica Maianna Macêdo de Sousa, disse que é gratificante fazer residência na cidade onde nasceu e se formou. “Já conheço a realidade desta localidade desde pequena e estar perto da família é muito importante nesse processo, onde a dedicação é exclusiva para o hospital”.

A residente acrescentou que escolheu oftalmologia por gostar da área cirúrgica. “Quero contribuir muito. Gosto desta área por ser delicada. Quero fazer pequenos procedimentos cirúrgicos. É uma área que me fascina, a da visão”, completou.

Natural de Colinas do Tocantins, a médica Tábata Tainan Coelho contou que já estava trabalhando no Programa Saúde da Família (PSF) naquele município. “Já estava cursando uma pós-graduação em pediatria e por isso escolhi essa residência. Sempre me identifiquei, gosto muito de crianças e agora tenho um filho de seis meses. Também pela proximidade da minha família e por querer somar junto ao município, trazendo melhorias pra a comunidade”, completou.