Polí­tica

Foto: Divulgação

A Câmara de Palmas esclareceu nesta sexta-feira, 4, por meio de nota que as informações divulgadas pelo vereador Professor Júnior Geo (PROS) na da última quarta-feira, 2, quanto ao número de assessores lotados na mesa diretora da Câmara de Palmas não condizem com a realidade. Segundo a assessoria de imprensa da Câmara, atualmente a mesa diretora é composta por cinco (5) assessores e não por 136, como foi informado pelo vereador.

Segundo informação da Câmara os cargos ocupados são: Assessor de Gabinete da Presidência, Assessor de Gabinete da Vice-Presidência, Assessor de Gabinete da 1ª Secretaria, Assessor de Gabinete da 2ª Secretaria e Assessor de Gabinete da 3ª Secretaria, conforme constam no anexo II da resolução nº 185/2016, que dispõe sobre a estrutura da Câmara de Palmas.

A Câmara esclarece ainda que a indicação para ocupação dos referidos cargos não cabe apenas à presidência, e sim aos demais membros que constituem a mesa diretora.

Com relação às declarações do parlamentar sobre a ocupação dos cargos que não são de confiança, por maioria de efetivos, a Câmara ressalta que essas áreas são dirigidas por servidores concursados.

“Esta Casa informa também que não foi procurada pelos veículos de comunicação que divulgaram as declarações do vereador Professor Júnior Geo para elucidar tais fatos e que irá tomar as medidas cabíveis para reparação dos possíveis danos à imagem da Câmara”, conclui a nota da Câmara. 

Por: Redação

Tags: Câmara de Palmas, Júnior Geo