Polí­tica

Foto: Divulgação Sete candidatos concorrem na eleição suplementar Sete candidatos concorrem na eleição suplementar

Após a cassação do então governador do Estado, Marcelo Miranda, uma eleição suplementar foi instituída pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para levar às urnas os candidatos ao executivo estadual no mandato tampão. Como o momento reflete novamente uma grande instabilidade política e econômica que atinge diretamente o setor do comércio e serviços, por isso, o Instituto Fecomércio encomendou uma pesquisa ao Ibope para elencar a intenção de votos dos eleitores do estado, levando em consideração os candidatos registrados no órgão responsável. Os questionários foram aplicados entre os dias 5 e 7 de maio, em 38 munícipios.

O nível de confiança utilizado é de 95% e a margem de erro máxima de 3 pontos, para mais ou para menos. A pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência entrevistou 812 eleitores e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do estado do Tocantins sob o protocolo Nº TO‐06472/2018.

Na pesquisa foi apontado que a candidata Kátia Abreu (PDT) obteve a maioria da intenção votos, registrando 22% das intenções. Em segunda posição, empatados com 15 pontos, seguem os candidatos Carlos Amastha (PSB) e Vicentinho Alves (PR). Já o candidato Mauro Carlesse (PHS) recebeu 10% das intenções de votos dos eleitores. Márlon Reis (REDE) obteve 5% das menções dos entrevistados, enquanto Mário Lúcio Avelar (PSOL) e Marcos Souza (PRTB), têm 1% de menções, cada. Desse total, 18% dos entrevistados declaram o voto como branco ou nulo e 12% não sabe ou não respondeu.

Ainda no questionário foi levantado quais seriam os principais problemas enfrentados pelo estado, que de acordo com a percepção da população, são: a Saúde em primeiro lugar, com 68% de menções. Em segundo lugar aparece a Educação (39%) e em terceiro, empatados, a Geração de Empregos e a Segurança Pública (27% cada).

Segue anexado abaixo a íntegra da Pesquisa Ibope.