Polí­tica

Foto: Adilvan Nogueira Evento vai continuar recebendo os candidatos ao Governo do Estado nos dias 23 a 25 deste mês Evento vai continuar recebendo os candidatos ao Governo do Estado nos dias 23 a 25 deste mês

O senador e candidato ao Governo do Estado na eleição suplementar do dia 3 de junho, Vicentinho Alves (PR), participou de mais uma edição do Café & Política promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) na manhã desta sexta-feira, 18.

O evento é prestigiado por empresários, membros da diretoria e presidentes de sindicatos patronais da Fieto a fim de conhecer melhor as propostas de cada candidato ao Governo do Estado. Até o dia 25 deste mês serão ouvidos todos os candidatos à eleição suplementar de 3 de junho.

Já na abertura do evento, realizada pelo presidente da Fieto, Roberto Magno Martins Pires, foram abordados temas considerados prioritários para o desenvolvimento industrial do Tocantins como a falta de investimentos em infraestrutura, a importância da indústria da transformação e do estímulo ao agronegócio, a necessidade de atenção a outras áreas que também impactam na indústria e no desenvolvimento como um todo, a exemplo da educação e segurança, entre outros temas.

“Nós já falamos que a infraestrutura não é de boa qualidade, muita coisa precisa ser refeita em um estado com menos de 30 anos. Também não temos qualidade na educação fundamental que é de extrema importância e o Tocantins tem um dos piores índices do país. Na segurança também há muita reclamação. Então a gente vê que os impostos não estão sendo revertidos, se paga muito imposto e não tem o retorno adequado”, observou o presidente.

Vicentinho destacou que o segmento empresarial pode esperar de seu possível mandato um governo equilibrado, de harmonia, ouvindo a sociedade, planejando com eficiência, buscando o equilíbrio fiscal e que não gaste mais do que arrecada sem abrir mão do investimento na infraestrutura.

O candidato falou ainda sobre sua intenção de atuar alinhado com instituições bancárias “buscando o Banco da Amazônia efetivamente como um instrumento de fomento, fazendo com que seja mais desburocratizado o acesso ao crédito”. “Isso nós já estamos fazendo como senador e vamos fazer muito mais como governador”, disse em entrevista.

Três candidatos serão ouvidos nas edições do Café & Política na próxima semana: Mário Lúcio Avelar (23/05), Kátia Abreu (24/05) e Marcos Souza (25/05), a partir das 7h30 da manhã. Além de Vicentinho, já foram ouvidos esta semana os candidatos Carlos Amastha, Mauro Carlesse e Marlon Reis. Todos os candidatos recebem a Carta da Indústria ao final do evento.

A realização do Café & Política faz parte da agenda de eventos realizados pela Fieto com foco no processo eleitoral, a exemplo do Governadoráveis e Prefeituráveis que reuniu os candidatos para uma exposição voltada ao público industrial nas últimas eleições (2014 e 2016).