Polí­tica

Foto: Ademir dos Anjos

A candidata ao Governo do Tocantins pela coligação Reconstruindo o Tocantins, na eleição suplementar do dia 3 de junho, senadora Kátia Abreu (PDT), disse durante visitas a estabelecimentos comerciais, nesta quarta-feira, 23, em Araguaína, que "a complementação de alíquota que está sufocando o empresariado e reduzindo a oferta de emprego no Tocantins será extinta”. 

A candidata reforçou os compromissos de seu plano de governo para incentivar e fortalecer o setor empresarial no Estado. “Será medida urgente do meu governo a revisão do Código Tributário, que dará segurança jurídica ao empresariado e atrairá novos investidores", disse.

Durante visita a duas grandes redes de supermercados atacadistas de Araguaína, colaboradores e clientes ouviram os compromissos de Kátia Abreu e aplaudiram quando ela garantiu que vai tirar as famílias tocantinenses da pobreza. “Há famílias, principalmente no campo, que vivem com menos de um salário mínimo, na extrema pobreza. Isso não é digno. Mas vamos mudar essa realidade em nosso estado”, garantiu. Segundo o Banco Mundial, 55% da população do Tocantins está abaixo da linha da pobreza.

Juventude

Outra ação imediata e urgente anunciada por Kátia Abreu, durante reunião com jovens de Araguaína, é a concessão de bolsa universitária de 30% a 100%. A candidata também priorizará a instalação da sala-creche nas escolas e a criação da poupança jovem, medidas cujo objetivo é combater a evasão escolar e incentivar os jovens a concluírem os ensinos Médio e Superior. “Não existe prosperidade sem investimento na juventude”, disse.

Kátia Abreu ainda destacou a necessidade de aprimorar as escolas. Segundo a candidata, R$ 350 milhões são suficientes para reformar, modernizar e investir em material didático das escolas do Tocantins, das quais ao menos 500 necessitam de reformas.

Por: Redação

Tags: Eleição Suplementar, Kátia Abreu, PDT