Educação

Foto: Elias Oliveira Estado teve dois projetos finalistas regionais na edição anterior, em Palmas e Miranorte Estado teve dois projetos finalistas regionais na edição anterior, em Palmas e Miranorte

As escolas públicas do Tocantins que desenvolvem projetos de educação integral com Organizações da Sociedade Civil (OSCs) podem se inscrever na 13ª edição do Prêmio Itaú-Unicef até o dia 4 de junho, na categoria Parceria em Ação. Este ano, foi estabelecida ainda a categoria OSC em ação, dedicada a iniciativas realizadas exclusivamente pelas OSCs. A premiação total somará R$ 5,9 milhões, aporte 47,5% superior a 2017.

Na edição anterior, realizada no ano passado, dois projetos do Tocantins  foram finalistas. Em Palmas, a ação Formação Política e Socioeducativa para Adolescentes é desenvolvida em parceria pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Glória de Ivone (Cedeca-TO) e o CEM Castro Alves. No município de Miranorte, a Associação Amigos da Arte e o CEM Rui Brasil Cavalcante realizam a iniciativa Cinema na Escola: o cinema e as faces da leitura.

O objetivo do Prêmio Itaú-Unicef é identificar, estimular e dar visibilidade aos projetos que contribuem para garantir o desenvolvimento integralde crianças, adolescentes e jovens, em situação de vulnerabilidade social.

“O Prêmio procura dar visibilidade a boas práticas que são mobilizadoras e incentivam outras organizações e escola a também desenvolverem ações que promovam o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes”, explicou a gerente de Fomento do Itaú Social, Camila Feldberg.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 4 de junho no site premioitauunicef.org.br, onde está publicado também o regulamento. Dúvidas podem ser esclarecidas por telefone 0800-701-7104.

O Prêmio Itaú-Unicef é uma iniciativa do Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Etapas de Premiação   

Em agosto, serão conhecidos os 100 projetos semifinalistas, sendo 60 na categoria OSC em Ação e 40 na categoria Parceria em Ação. Cada OSC semifinalista receberá o valor de R$ 20 mil, já as parcerias semifinalistas receberão R$ 40 mil, sendo R$ 20 mil para a OSC e R$ 20 mil para a escola. A partir deste grupo, haverá, em setembro, a seleção de 30 projetos finalistas, sendo 20 OSCs, que receberão mais R$ 40 mil cada, e 10 parcerias que serão premiadas com mais R$ 100 mil, sendo R$ 50 mil para a OSC e R$ 50 mil para a escola.

Os seis projetos vencedores nacionais serão anunciados em novembro. A categoria OSCs terá quatro premiadas por ordem de colocação (1º lugar R$ 150 mil, 2º lugar R$ 140 mil, 3º lugar R$ 130 mil e 4º lugar R$ 120 mil). Na categoria Parceria, serão duas vencedoras. O 1º lugar recebe mais R$ 400 mil e o 2º lugar, R$ 360 mil, valores divididos igualmente entre a organização e a escola.

A 12ª edição, realizada em 2017, recebeu 1.651 inscrições de parcerias formadas por organizações da sociedade civil e escolas públicas. Foram concedidos R$ 4 milhões em prêmios a 96 parcerias reconhecidas nas diversas fases, beneficiando mais de 19 mil crianças em todas as regiões do país. As quatro vencedoras nacionais receberam R$ 130 mil por organizações e escolas. Desde a primeira edição do Prêmio, foram registradas mais de 17 mil inscrições e 1.750 cidades tiveram ações contempladas.

Itaú Social

O Itaú Social desenvolve, implementa e compartilha tecnologias sociais para contribuir com a melhoria da educação pública brasileira. Sua atuação está pautada no desenvolvimento de projetos sociais, no fomento a organizações da sociedade civil e na realização de pesquisas e avaliações.