Polí­tica

Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, 24, o vereador Lúcio Campelo (PR) usou a tribuna da Câmara Municipal de Palmas para fazer um alerta sobre o cenário caótico que se encontra a capital, e também todo o Brasil, após quatro dias de bloqueios em rodovias federais e estaduais. Desde a última segunda-feira, 21, caminhoneiros estão impedindo a passagem de carretas e caminhões, o que levou a falta de combustíveis, alimentos e outras mercadorias em diversas cidades do Tocantins.

“Estamos vivendo um momento atípico em todo o país, por conta dessa paralização nacional. Tanto o diesel quanto a gasolina estão caros, e o preço deve ser reduzido urgente, mas o governo federal e os caminhoneiros precisam abrir um diálogo, pois em apenas quatro dias, vejam o cenário que se instalou, o cidadão está muito preocupado”, comentou o vereador.

Em Palmas, filas enormes se formaram desde o começo da tarde de ontem, em praticamente todos os postos de combustíveis da cidade. Moradores relataram espera de mais de três horas para conseguir abastecer. A imprensa local informou que de 50 estabelecimentos na capital, ao menos 34 já não tinham mais gasolina nas bombas na manhã dessa quarta-feira, 23.

Para o vereador Lúcio Campelo, as manifestações que estão ocorrendo são válidas e necessárias, contudo, agora cabe ao Governo Federal tomar uma atitude responsável frente ao problema e o mais rápido possível. ‘’A melhor solução será reduzir o valor dos impostos sobre o combustível, algo que toda população aguarda com ansiedade’’, apontou o vereador.

‘’Nesse momento caótico, fica claro a incapacidade do poder público em lidar com situações de crise como essa, onde nenhum preparo logístico foi pensado para aliviar a vida do cidadão. Nunca os governantes se preocuparam com um cenário como esse, de grande revolta, e que agora sirva de exemplo para situações futuras’’, finalizou o vereador.