Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de capacitar o produtor e trabalhador rural com técnicas adequadas no manejo de hortaliças, visando o aumento da produção, da produtividade e da qualidade, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) realizou nesta semana o curso Trabalhador na Olericultura no Assentamento São José, no município de Peixe.

A Olericultura é um dos ramos da horticultura que trata da produção e exploração de hortaliças, por exemplo, alface, cheiro verde, tomate, couve, rúcula, cenoura dentre outros. Com o aumento da demanda por alimentos cada vez mais saudáveis, naturais e cultivados em sistemas de produção sustentáveis, as hortaliças têm ganhado espaço nas unidades familiares, e nos supermercados.

Segundo o instrutor do Senar, Paulo Henrique Soares da Silva, muitos produtores e trabalhadores rurais gastam uma parte de sua renda na compra de alimentos para suas famílias, “por isso explica-se a implementação de hortas para produção de alimentos frescos e ricos em nutrientes. A produção destina-se ao consumo próprio e também a geração de renda para essas famílias”, concluiu o instrutor.

A carga horária é de 40 horas e o conteúdo engloba mercado: pesquisas diversas, instalação da horta; produção de mudas; estabelecimento das hortaliças no campo; tratos/práticas culturais; adubação verde: espécies, plantio e manejo; compostagem / adubos e adubações e noções de gestão de negócio entre outros.

Por: Redação

Tags: Olericultura, Senar, campo